Reunião do prefeito de Guanambi com o Comitê de Combate ao Coronavírus / Divulgação

Um novo decreto foi publicado pela Prefeitura de Guanambi neste sábado (28), desta vez, flexibilizando algumas medidas anteriores relacionadas ao funcionamento do comércio. As mudanças ocorrem após uma reunião entre o prefeito Jairo Magalhães e o Comitê municipal de combate ao coronavírus.

A principal mudança, válida a partir da próxima segunda-feira (30), incluindo na categoria de serviços essenciais e permite o funcionamento as seguintes atividades: Atividades de pesquisa, científicas, laboratoriais ou similares relacionadas com a pandemia de que trata este Decreto; Lojistas, de produtos de atacado e varejo no geral; Atividades de assessoramento em resposta às demandas que continuem em andamento e às urgentes; Empreendimentos de construção civil, bem como os estabelecimentos que alimentam toda a cadeia produtiva da área.

Ao contrario do que foi noticiado antes, as lojas devem funcionar exclusivamente por delivery.

Para bares e restaurantes, ficou determinada a liberação do funcionamento parcial, restrito apenas ao serviço de entregas.

O decreto reforça a necessidade dos estabelecimentos intensificarem as ações de limpeza; Disponibilizar produtos antissépticos aos seus clientes; Divulgar informações acerca do COVID-19 e das medidas de prevenção e enfrentamento; Tomar medidas para evitar a aglomeração de pessoas em seu interior

Mercado reaberto

O novo decreto autoriza ainda o funcionamento do Mercado Municipal de Guanambi e de todas as feiras livres já existentes e autorizadas pelo Poder Público. Para regulamentar o funcionamento do Mercado Municipal, uma portaria específica foi publicada na mesma edição do Diário Oficial do Município.

O novo decreto estabelece ainda que trabalhadores enquadrados nos grupos de risco deverão exercer atividade de teletrabalho, devendo ficar sob observação domiciliar. Trabalhadores da construção civil devem adotar procedimentos de segurança para evitar contato com colegas de trabalho.

Desde o início do período de enfrentamento ao coronavírus no município, uma série de medidas foram tomadas, incluindo a suspensão das aulas em todas as redes de ensino, e proibição de aglomerações, medidas que continuam vigentes.

De acordo com o último boletim da prefeitura, 30 casos suspeitos da doença na cidade foram descartados e outros 15 pacientes aguardam o resultado dos exames.

Veja as publicações na integra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui