Apesar de o decreto publicado pela Prefeitura de Guanambi, no dia 6 de abril, autorizar a abertura do comércio varejista de atacado e varejo, alguns seguimentos foram restringidos apenas ao serviço de entrega em domicílio, devido a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Com a respectiva restrição a bares, restaurantes e lanchonetes na cidade, além da proibição de shows, eventos culturais e artísticos que potencializam aglomerações de pessoas, alguns músicos guanambienses perderam suas rendas.  

Diante desse cenário, os profissionais da área se uniram em uma campanha, em prol da arrecadação de cestas básicas. Intitulada de “Unidos Venceremos”, a campanha foi lançada nas redes sociais, no último sábado (11).

Segundo os organizadores, a ideia de realizar a ação surgiu em um grupo de WhatsApp com alguns músicos de Guanambi, residentes na cidade e outros guanambienses que moram em outras cidades.

Ainda de acordo com a organização, na semana anterior eles conversavam no grupo sobre essa situação dos músicos no Brasil todo que estão passando por dificuldade, sobretudo os que trabalham no anonimato. A partir disso, eles decidiram que poderiam se reunir para ajudar os mais vulneráveis e simultaneamente todos abraçaram a ideia.

Os músicos começaram a arrecadar doações de alimentos não perecíveis, a partir deste domingo (12). A ação permanecerá até esta terça-feira (14), na Associação de Moradores do Bairro Beija-flor, localizada a rua Djalma Mota Argollo, nº 13, em Guanambi.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui