Reprodução

O Ministério da Educação (MEC) flexibilizou as regras para antecipar a formatura de estudantes de medicina, enfermagem, farmácia e fisioterapia da rede federal de ensino, desde que cumprida 75% da carga horária prevista para o internato médico ou estágio supervisionado. O texto não inclui a rede privada.

A medida, publicada na segunda-feira (13), revoga a de 6 de abril, publicada há uma semana. O documento atual retira a necessidade de que eles atuassem “exclusivamente” no combate à pandemia da Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus.

De acordo com o MEC, as novas regras trazem “maior liberdade de escolha”. A alteração foi feita em conjunto com o Ministério da Saúde. “Resolvemos, em conjunto, simplificar a portaria, para facilitar o entendimento por parte dos estudantes e a implementação pelas instituições de ensino”, disse o diretor de Desenvolvimento da Educação em Saúde do MEC, Sérgio Henrique S. Santos, em nota divulgada no site do ministério. *Com informações do Metro1.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui