Reprodução / Acontece Bahia

A Prefeitura de Licínio de Almeida informou na noite desta terça-feira (12), que quatro trabalhadores da empresa Gilfer, responsável pela pavimentação asfáltica da BA-263, trecho entre o município e a cidade de Urandi, testaram positivo para o novo coronavírus (covid-19) por meio de testes rápidos.

Segundo a nota, os testes rápidos foram solicitados pelo prefeito Dr. Fred e abrangeu todos os trabalhadores da empresa que estiveram de folga na última semana e viajaram para cidades onde ocorre transmissão comunitária do vírus.

Como medida preventiva, o prefeito editou um decreto suspendendo a obra temporariamente e impondo a quarentena a todos os trabalhadores e o isolamento social a todos que testaram positivo, que serão monitorados diariamente pela Equipe de Controle Epidemiológico.

A nota informa ainda que os testes rápidos não consistem em exames diagnósticos e sim método de triagem. Os trabalhadores que testaram positivo terão materiais coletados para nova análise, desta vez no Laboratório Central de Saúde da Bahia (Lacen/BA), em Salvador.

O município de Licínio de Almeida já tinha um caso confirmado de Covid-19 no dia 22 de abril.

Na última sexta-feira (8), um paciente do município de Caculé testou positivo após se submeter a um teste rápido. Embora ele tivesse histórico de viagem recente para região com transmissão comunitária do vírus, ele não apresentava sintomas. No dia seguinte, ele se submeteu outro teste que apontou a ausência da contaminação pelo coronavírus.

Nesta segunda-feira (11), um teste rápido deu resultado positivo para um paciente do município de Urandi. O material também foi coletado para a contraprova e enviado ao Lacen/BA, em Salvador.

Já nesta terça-feira (12), a Prefeitura de Caetité informou que um jovem com histórico de regresso recente de uma cidade no Sul-baiano também testou positivo após realizar o teste rápido na rede privada. Como o paciente apresenta sintomas leves da Covid-19, o caso foi confirmado como positivo pela Secretaria Municipal de Saúde. Ele também teve material coletado para novo exame no Lacen/BA.

Bahia

A Bahia registra 6.204 casos confirmados de Covid-19, o que representa 29,91% do total de casos notificados no estado. Considerando o número de 1.644 pacientes recuperados e 225 óbitos, 4.335 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 180 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (71,84%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes são Ipiaú (2.485,12), Uruçuca (2.339,30), Ilhéus (1.805,00), Itabuna (1.655,54) e Salvador (1.428,10).

Na Bahia, 643 profissionais da saúde foram confirmados para COVID-19.

O boletim epidemiológico registra 10.864 casos descartados e 20.743 notificações em toda a Bahia. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 1.090 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para Covid-19, 475 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 44%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 462 leitos exclusivos para o coronavírus, 255 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 55,2%. Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Para acessar o boletim completo, com a lista de municípios com casos confirmados, clique aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui