Reprodução

Subiu para 65 o número de casos confirmados da Covid-19 em Urandi. O novo boletim epidemiológico da secretaria de Saúde, divulgado na manhã desta terça-feira (26), trouxe um aumento de 20 casos em relação ao boletim anterior.

Segundo Péricles Thiago, secretário municipal de Saúde, três pacientes estão hospitalizados nos leitos de referência em Vitória da Conquista. Sendo dois idosos com testes confirmados e um paciente de 44 anos que aguarda o resultado do exame laboratorial. Um outro paciente procurou a rede privada em Guanambi e também foi transferido para Vitória da Conquista na semana passada.

O secretário informou à reportagem da Agência Sertão que recebeu o relatório de testagem dos funcionários da empresa Planova, responsável por obras de linhas de transmissão de energia na região. Foram testados 551 colaboradores do canteiro de obras localizado às margens da BR-122, sendo que 55 deram resultado positivos. Os outros 10 casos no município ocorreram entre pessoas que tiveram contato com os funcionários da empresa.

Para tentar conter o avanço da contaminação em Urandi, o município tem tomado medidas duras de isolamento social. Até está quarta-feira (26), somente farmácias e postos de combustíveis estão autorizados a funcionar. As medidas coincidem com a antecipação de dois feriados estaduais (São João e Dois de Julho) e do feriado do padroeiro Santo Antônio.

Desde o surgimento dos primeiros casos, o prefeito Dorival Barbosa (PP) proibiu a venda de bebidas alcoólicas em todo o limite do município.

Mesmo assim, neste fim de semana, a Vigilância Epidemiológica do Município recebeu uma denúncia de que uma festa de aniversário, ocorrida na comunidade rural da Fazenda da Capa. No dia seguinte à festa, uma pessoa que esteve na comemoração testou positivo para a Covid-19.

O secretário de Saúde está solicitando a todos que participaram da festa para se isolar e procurar o sistema municipal em caso de surgimento de sintomas. Ele disse ainda que é preocupante a situação de Urandi e reforçou a necessidade do isolamento social para evitar o surgimento de novos casos.

O primeiro caso testado positivo para o coronavírus em Urandi ocorreu no último dia 11. Um operário da Planova apresentou sintomas e realizou o teste rápido, confirmado dias depois pelo Laboratório de Saúde Pública do Estado (Lacen/BA).

Este trabalhador esteve alojado em uma pousada alugada pela empresa em Guanambi, onde 13 casos foram detectados por testes rápidos e outros dois por exame no Lacen/BA.

A situação epidemiológica atual de Urandi se assemelha bastante com o que está ocorrendo no município mineiro de Jaboticatubas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Funcionários de uma outra empresa de engenharia que também constrói uma linha de transmissão de energia testaram positivo. Ao todo, a cidade registra 78 casos, sendo pelo menos 63 entre os trabalhadores.

Em Guanambi são 22 casos confirmados e até o momento, nenhum paciente evolui para a fase grave da doença. Em Caetité também houve confirmação de novos casos neste início de semana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui