Reprodução

Após confirmações de vários casos de Covid-19 nos municípios da região de Guanambi ser entre profissionais contratados para serviços da construção da linhs de transmissão ou de parques eólicos, o Deputado Federal Charles Fernandes solicitou ao Ministro de Minas e Energia e a Agência Nacional de Energia (Aneel), a suspensão temporária de execução das obras na região.

O pedido é para suspensão de 120 dias das obras nas cidades de Guanambi, Urandi, Pindaí e Palmas de Monte Alto, sem prejuízo contratual.

No ofício endereçado nesta quarta-feira (3),  é relatado que o “surto de Coronavírus levou as Prefeituras e todas as suas estruturas de saúde a adotarem uma logística pandêmica jamais vista nesta região”. Ressaltou ainda que a “mudança tem gerado insegurança social, despesas imensuráveis e prejuízos comerciais ainda imprevisíveis, pois tiveram de adotar medidas restritivas e de distanciamento social sem precedentes na história das municipalidades, com fechamento do comércio e reforço nas ações de vigilância em saúde”.

O documento pontua ainda que algumas medidas tomadas pelas empresas no enfrentamento ao Covid-19 não são suficientes, visto que os casos seguem aumentando semanalmente. E caso seja aprovado, a paralisação temporária das obras não acarretará para o país, qualquer prejuízo no abastecimento elétrico, visto que existe vasta oferta energética, cuja demanda diminuiu drasticamente com a crise econômica que assola o país, justamente, devido à retração da atividade comercial e social.

O parlamentar ainda afirma que o documento, assim como a juntada de relatórios sanitários dos municípios em questão, serão levados ao conhecimento da sede regional do Ministério Público Federal (MPF), para conhecimento e adoção de providências legais, que assegurem a segurança em saúde da população em risco.

Confira na íntegra o documento.

A cidade de Urandi é considerada o epicentro da doença na região, são 89 casos confirmados e os primeiros casos confirmados foram de profissionais de uma empresa que atua na construção da linha de transmissão de energia LT 500 KV Igaporã lll – Presidente Juscelino. Já são dois óbitos por covid-19 registrados.

Em Guanambi os primeiros casos também foram de 13 profissionais que trabalham na mesma empresa de construção da linha e transmissão de energia, esses pacientes estavam em alojamento situado na cidade e após teste rápido realizado pela empresa é que foi diagnosticado os casos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui