Reprodução / Ilustração

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou nesta terça-feira (11) que a vacina contra o coronavírus desenvolvida no país foi aprovada para uso. Putin revelou ainda que uma de suas filhas já tomou o medicamento.

“Esta manhã, pela primeira vez no mundo, uma vacina contra o novo coronavírus foi registrada”, disse Putin. “Sei que é bastante eficaz, que proporciona imunidade duradoura. Uma de minhas filhas foi vacinada, dessa forma, participado da fase de testes. Após a primeira vacinação, ficou com 38 graus de temperatura, no dia seguinte tinha 37 graus e pouco. E foi tudo”, concluiu

Segundo o site Aratu On, não se sabe qual das filhas do presidente foi vacinada. Ele tem duas filhas, Maria, de 35 anos e Ekaterina, um ano mais nova. Segundo ele, a vacina passou por todos os testes necessários e é eficaz permitindo uma “imunidade estável” contra a Covid-19. Apesar do posicionamento de Putin, sabe-se pouco sobre a eficácia dessa vacina, e ela vem sendo questionada por especialistas internacionais.

“Gostaria de repetir que passou em todos os testes necessários. O mais importante é garantir a segurança total do uso da vacina e sua eficácia”, completou. Autoridades russas disseram que profissionais da área médica, professores e outros grupos de risco serão os primeiros a ser vacinados. O país quer fazer uma vacinação em massa em outubro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui