Tiago Marques | Agência Sertão

A Polícia Civil da Bahia através da Delegacia Territorial Carinhanha, com apoio da Guarda Municipal, cumpriu um mandado de prisão preventiva na manhã desta quinta-feira (1º), no bairro São Francisco em Carinhanha.

O homem era investigado por ter praticado o crime de estupro consumado no dia 22 de julho, por volta das 11h40, dentro do Pólo Dona Carmem (Educandário), quando o acusado abordou a vítima na rua, puxou-a pelo braço e a carregou para dentro do terreno baldio.

De acordo com o titular de Carinhanha, a vítima teve seu braço deslocado, causando-lhe lesões corporais. A cena foi presenciada por algumas testemunhas que foram ao terreno ajudar a vítima. O autor fugiu do local do crime.

Conforme o delegado Paulo Henrique de Oliveira, a vítima procurou a Delegacia no dia 17 de setembro, pois seus familiares não acreditaram na história e, segunda ela afirmou, alguns funcionários do hospital, após terem conhecimento do fato, não a orientaram procurar a polícia.

Imediatamente foram tomadas as providências de polícia judiciária com oitiva da vítima e testemunhas presenciais que confirmaram o acontecimento.

Segundo o site Folha do Vale, no dia 25 de setembro, as testemunhas e vítima ainda reconheceram o investigado por fotografia, momento em que a sua prisão preventiva foi representada pela Autoridade Policial e decretada pela Autoridade Judicial no dia 30.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui