alerta risco morte inmet calor
Os alertas de onda de calor atingem municípios de seis estados e do Distrito Federal

Atualização: onda de calor continua até o fim de semana e cidades batem recordes de temperaturas.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), por meio do Centro Virtual para Avisos de Eventos Meteorológicos Severos para o Sul da América do Sul, emitiu vários alertas da classificação “grande perigo” devido a uma onda de calor que deve atingir municípios dos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e São Paulo e Tocantins, além do Distrito Federal.

Veja também: Brasil registrou segunda temperatura mais alta em 111 anos

Desde o último sábado (3), alguns destes alertas passaram a vigorar com a finalidade de informar os riscos das condições extremas de temperatura. A advertência é para a possibilidade de hipertermia com risco de morte, quando as pessoas são expostas a temperaturas 5ºC acima da média por período maior do que 05 dias. Nestas condições, o calor pode comprometer ou até mesmo levar à falência de órgãos, como ocorre com uma certa frequência em algumas regiões dos Estados Unidos e da Europa nos verões mais rigorosos.

A situação permanece crítica na parte central do país pelo menos até o fim da semana e só deve ser amenizada caso se concretizem as previsões de chuvas sobre a região a partir da próxima segunda-feira (12). Até lá, deve ocorrer recordes de temperatura em muitas cidades do país, podendo chegar até 46ºC em algumas cidades do Centro-Oeste.

A recomendação à população destas localidades é para que se evite ao máximo a exposição ao sol e a prática de atividades físicas, principalmente no período da tarde. Também é recomendada atenção especial com a hidratação.

Bahia em alerta pela baixa umidade e recorde de calor

Na Bahia os alertas são mais amenos, classificados como “perigo” para baixa umidade do ar, com possibilidade de agravamento de queimadas e riscos à saúde, como ressecamento da pele, desconforto nos olhos, boca e nariz. No entanto, a previsão para alguns municípios é de temperaturas muito acima das médias históricas e queda na umidade relativa do ar para até 8%.

Em Bom Jesus da Lapa os termômetros podem marcar 42ºC entre quinta-feira (8) e segunda-feira (12), com umidade relativa do ar próxima podendo cair a críticos 8%. Em Ibotirama as condições são de máximas de até 43ºC com umidade relativa do ar no mesmo nível.

Em Guanambi os termômetros podem superar os 40ºC, fato só ocorrido em 2015, quando os termômetros marcaram 40,6ºC, considerando os quase doze anos de registro do Inmet no município. Também é esperado que a umidade relativa do ar chegue a ficar abaixo de 10% no período mais seco do dia.

Já em Vitória da Conquista, cidade conhecida por seu rigoroso inverno, as máximas podem chegar a 38ºC até o fim de semana.

Queimadas

O Estado da Bahia vive uma explosão de focos de incêndio, principalmente nas regiões mais secas do semiárido. Em Guanambi os incêndios na vegetação se tornaram rotineiros, com ocorrências quase todos os dias.

A pior situação no momento é no interior do extenso município de Cocos, no Oeste do Estado. Desde a última segunda-feira (28), grandes incêndios consomem a vegetação do Gerais, o maior acontece justamente na área do Parque Nacional Grande Sertão Veredas, que já perdeu mais de 20% de seu território em terras baianas para o fogo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui