Água Clara é a cidade mais quente do país em Outubro - Foto: Jornal Correio Regional

Dois municípios brasileiros estiveram muito próximos de alcançar a maior temperatura já registrada no Brasil. Nova Maringá, no Mato Grosso, e Água Clara, no Mato Grosso do Sul, registram 44,6ºC na última segunda-feira (5). A maior temperatura em 15 anos e a segunda maior já registrada no país.

O recorde histórico, segundo os dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), principal órgão responsável pelos registros no país, ocorreu no dia 11 de novembro de 2005, no município de Bom Jesus, no Estado do Piau. Na ocasião foram registrados 44,7ºC na localidade, diferença de apenas 0,1ºC em relação às temperaturas da última segunda-feira.

Os 44,6ºC desta semana se igualam ao segundo maior registro em 11 anos de medição pelo Inmet, ocorrido em 6 de janeiro de 1963, no município de Orleans, em Santa Catarina.

Água Clara voltou a registrar temperaturas altíssimas no decorrer da semana, 43,6ºC na terça-feira (6), e 43,5º nesta quarta-feira (7). Ficou em segundo lugar no primeiro dia, atrás de Coxim, também no Mato Grosso do Sul, que registrou 44ºC, e novamente em primeiro no segundo, empatado com Lins, em São Paulo, com 43,5ºC. O município também esteve perto da marca de temperatura mais quente da série histórica no último dia 1º, quando foram marcados 44,4°C.

Em Nova Maringá, depois do pico e do recorde histórico, o calor deu um grande alívio devido à nebulosidade que se formou no dia seguinte, com os termômetros marcando 33,8ºC de máxima, diferença de mais de quase 11ºC em relação ao dia anterior. Nesta quarta-feira, a temperatura voltou a subir, chegando à máxima de 41,6ºC no fim da tarde.

Risco de morte por Hipertermia

Desde sábado (3), o Inmet, por meio do Centro Virtual para Avisos de Eventos Meteorológicos Severos para o Sul da América do Sul, emitiu vários alertas da classificação “grande perigo” devido a uma onda de calor que deve atingir municípios dos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e São Paulo e Tocantins, além do Distrito Federal.

Estes alertas passaram a vigorar com a finalidade de informar os riscos das condições extremas de temperatura. A advertência é para a possibilidade de hipertermia com risco de morte, quando as pessoas são expostas a temperaturas 5ºC acima da média por período maior do que cinco dias. Nestas condições, o calor pode comprometer ou até mesmo levar à falência de órgãos, como ocorre com uma certa frequência em algumas regiões dos Estados Unidos e da Europa nos verões mais rigorosos.

Alertas do Inmet de onda de calor valem até esta sexta-feira (9)

A expectativa da meteorologia é que o alívio venha apenas no início da próxima semana, quando deve chover na maior parte das regiões afetadas pela onda de calor. Embora não sejam esperadas grandes precipitações, as temperaturas devem diminuir e a umidade relativa do ar deve melhorar nestas localidades.

Temperaturas mais altas registradas no Brasil em outubro de 2020

Município Estado Tem. (ºC) Dia
NOVA MARINGA MT 44,6 05/out
ÁGUA CLARA MS 44,6 05/out
ÁGUA CLARA MS 44,4 01/out
POXOREO MT 44 04/out
COXIM MS 44 06/out
ÁGUA CLARA MS 43,9 02/out
ÁGUA CLARA MS 43,7 03/out
COXIM MS 43,7 05/out
GUIRATINGA MT 43,7 05/out
ARAGARÇAS GO 43,6 04/out
ÁGUA CLARA MS 43,6 06/out
NOVA MARINGA MT 43,5 04/out
RONDONÓPOLIS MT 43,5 05/out
LINS SP 43,5 07/out
ÁGUA CLARA MS 43,5 07/out
CORUMBÁ MS 43,4 01/out
GOIÁS GO 43,4 03/out
COXIM MS 43,3 04/out
CUIABÁ MT 43,2 01/out
CUIABA MT 43,1 05/out
COXIM MS 43 01/out
RONDONÓPOLIS MT 43 04/out
CUIABA MT 43 06/out
POXOREO MT 43 06/out
POXOREO MT 43 07/out

Temperaturas mais altas na Bahia

Na Bahia, os alertas são mais brandos, classificados na categoria perigo, com riscos para intensificação de queimadas e riscos à saúde, como ressecamento de pele, irritação nos olhos. Mesmo assim, as temperaturas extremas seguem sendo registradas em várias cidade.

Em Ibotirama, às margens do rio São Francisco, os termômetros registram 42,3 °C no meio da tarde, maior temperatura registrada desde 2015, quando os termômetros marcaram 42,4ºC no dia 6 de novembro. Esta foi a segunda maior temperatura da série histórica iniciada em 2008, quando o Inmet instalou a estação meteorológica no município. Até o fim de semana, as máximas podem superar 43ºC. A umidade relativa do ar pode chegar a 8%. Na vizinha Bom Jesus da Lapa, a máxima foi de 41,1ºC.

Em Guanambi os termômetros marcaram 39,4ºC, a terceira maior marca da série histórica. A cidade tem sofrido com o calor e com a fumaça dos incêndios. A umidade relativa do ar chegou a 11% nesta quarta-feira.

No município de Cocos, no Oeste do Estado, o fogo já consumiu mais de 20% do território baiano do Parque Nacional Grande Sertão Veredas.

Veja as temperaturas mais altas registras no Estado nesta quarta-feira

IBOTIRAMA 42.3
FORMOSO DO RIO PRETO 41.3
BOM JESUS DA LAPA 41.1
CORRENTINA 39.7
GUANAMBI 39.4
BARREIRAS 39.1
BARRA 38.9
BRUMADO 38.3
QUEIMADAS 36.9

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui