19.2 C
Guanambi
13.3 C
Vitória da Conquista

Imagens de grande incêndio florestal na Bahia impressionam

- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -




Imagens de uma grande queimada que acontece entre os municípios de Cocos e Coribe, no Oeste da Bahia, foram divulgadas nas redes sociais e a força das chamas e a densidade da fumaça impressionaram. Há quase duas semanas, vários grandes focos de incêndio já consumiram pelo menos 200 mil hectares da vegetação de Gerais nos dois municípios e também no vizinho Jaborandi, além de Formoso e Chapada Gaúcha, no Norte de Minas.

Os primeiros grandes focos na região foram registrados no dia 27 de setembro. O maior dos incêndios começou no dia 30, próximo a fazendas na divisa com o Parque Nacional Grande Sertão Veredas.

Em um dos vídeos, uma mulher mostra a grande coluna de fumaça sobre a queimada e o fogo atravessando as margens de uma estrada. Ela conta que o trânsito de veículos foi interrompido devido à altura das chamas. Segundo apurou a Agência Sertão, as imagens foram gravadas na zona rural do município de Coribe, próximo à divisa com Cocos. Este incêndio teve seu primeiro foco registrado no último dia 6, em uma área de mata próxima à uma das cabeceias do Riacho Santo Antônio e consumiu pelo menos 40 mil hectares de vegetação.

Outras imagens, gravadas no início da semana, mostram mais imagens da vegetação sendo queimada na região. Por fim, um morador de Sítio da Abadia, em Minas Gerais, mostra a coluna de fumaça do maior dos incêndios a uma distância de cerca de 30 Km.

Esta fumaça vem das chamas que avançam pela área do Parque Nacional Grande Sertão Veredas, que já perdeu quase 50% de sua vegetação nos 130 mil hectares localizados no território baiano. O fogo destruiu dezenas de quilômetros da mata ciliar do rio Itaguari e de seus afluentes. A mancha vista nas imagens de satélite mostra que o incêndio destruiu uma área que vai da margem esquerda do rio Carinhanha, na divisa com Minas Gerais, até a margem direito do rio Formoso, próximo à divisa com Goiás.

Nesta quinta-feira (8), o fogo avançou pela divisa com Minas Gerais e consome a vegetação na área do Parque Nacional no município de Formoso. Somada a área do entorno, este incêndio já destruiu cerca de 100 mil hectares e tem cerca de 60 quilômetros de uma extremidade a outra.

Combate

Desde o início dos primeiros focos, brigadistas do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) trabalham para tentar controlar as chamas. Eles contam com o apoio de uma unidade do Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo) e de brigadas de fazenda da região.

Já nas áreas foram da unidade de conservação, o fogo segue sem grandes operações de combate. Segundo Agenor Neto, Secretário de Meio Ambiente de Cocos, o município acionou as autoridades estaduais desde o surgimento dos primeiros focos. Ele disse que os primeiros cinco combatentes do Corpo de Bombeiros da Bahia devem chegar neste sábado (10) para iniciar as ações de controle dos incêndios.

O Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA) informou que atua em quatro frentes de combate a incêndio nesta sexta-feira: Andaraí, Morpará, Barreiras e Barra.

Imagem de satélite da região do município de Cocos em 26 de setembro

Imagem de satélite da região do município de Cocos em 9 de outubro

Segundo o Inpe, Cocos é o município baiano com mais focos de incêndio registrados este ano, 9.479 até noite desta sexta-feira. A posição foi conquista justamente nesta sexta-feira, quando quase mil focos foram captados, superando a vizinha  Formosa do Rio Preto, com quase 9 mil focos.

No mesmo período de 2019 foram 3.848 focos, aumento de 146%. Os focos são detectados por uma rede satélite que orbitam pela terra. Um mesmo incêndio produz vários focos, que podem ser medidos várias vezes, quanto mais focos, provavelmente a área queimada é maior.

Previsão de Chuva

Previsão de acumulado de chuva em 10 dias no município de Cocos e circunvizinhos – Windy.com

A meteorologia prevê pancadas de chuva a partir de domingo (11) no município de Cocos. No entanto, os volumes esperados são baixos e podem ser insuficientes para acabar com os focos. Os modelos meteorológicos internacionais estão prevendo acumulado de 1 a 15 mm até segunda-feira.

Já para os próximos 10 dias, as previsões de acumulado variam de 18 a 34 mm segundo a última atualização de informações meteorológicas.




- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -