Em menos de um ano, a Operação Kadron apreendeu mais 500 motocicletas irregulares em Guanambi. A ação visa retirar de circulação as motocicletas que utilizam descargas conhecida como “kadron”, as quais promovem perturbação do sossego público.

De acordo com o comando do 17º Batalhão de Polícia Militar (17ºBPM), a operação foi deflagrada no dia 28 de novembro de 2019 e já trouxe um impacto, não só na questão do meio ambiente e da poluição sonora, como também nos índices de criminalidade. “Muitas dessas motos eram utilizadas para cometimento de assaltos, tráficos de drogas e homicídios. Conseguimos ter uma redução significativa nos números de crimes na cidade”, declarou o comandante Arthur Mascarenhas, ao site Achei Sudoeste.

O comando do 17ºBPM intensificou a “Operação Kadron”, desde o dia 12 de outubro desse ano na cidade. Segundo a polícia, a intensificação da operação tem relação com os eventos de campanha eleitoral, já que durante passeatas e carreatas, é comum presenciar o abuso de alguns motociclistas que emitem sons estrondosos cortando o escapamento de suas motocicletas.

“Como é de costume esse tipo de conduta em campanhas eleitorais, o comando do 17º BPM recomendou a intensificação da “Operação Kadron” para inibir tal prática, salientando que o livre exercício da manifestação democrática será assegurado pela Polícia Militar, dentro dos parâmetros legais”, disse o comunicado à época.

Até maio de 2020, a polícia por meio da “Operação Kadron” já tinha apreendido 200 motocicletas irregulares em Guanambi. De acordo com a respectiva Assessoria, das 200 motocicletas apreendidas, 60 foram devolvidas aos seus respectivos proprietários, após a regularização da documentação e a substituição dos escapamentos. As demais permaneceram no pátio do batalhão.

Leilão em Guanambi

A Prefeitura de Guanambi fará o 2º leilão 2020, com sucatas e veículos conservados. De acordo com uma publicação do Diário Oficial do Município, o leilão será realizado no dia 29 de outubro, a partir das 10h, por meio do site mpleilões.com.

No total são 390 veículos no leilão, sendo 371 são motocicletas e 19 automóveis. Lembrando que uma parte será destinada apenas a sucata, por impossibilidade de tráfego e problemas de documentação e os outros veículos em condições de tráfego poderão ser arrematados para serem utilizados normalmente.

Os veículos apreendidos foram fruto de diversas operações realizadas pelo 17º BPM, como a “Operação 2X2”, que visa retirar de circulação motocicletas utilizadas para cometimento de crimes e a “Operação Kadron” que tem por objetivo tirar de circulação motocicletas com alteração nos níveis de ruído das descargas, bem como irregularidades em suas documentações, além de veículos apreendidos em fiscalização de trânsito da SMTRAN.

O leilão foi uma iniciativa do comando do 17º BPM em parceria com a Superintendência de Trânsito do município de Guanambi e o valor arrecadado será destinado à segurança viária, sinalizações de vias e aquisição de veículos para utilização no controle e prevenção de acidentes de trânsito.