Reprodução

Zé Raimundo (PT) e Herzem Gusmão vão disputar o segundo turno em Vitória da Conquista. A votação acontecerá no próximo dia 29. O petista ficou em primeiro lugar com 81.721 votos (47,63%). Herzem ficou com o segundo lugar com 78.732 votos (45,89%).

David Salomão (PRTB) – 5.352 (3,12%)

Romilson Filho (PP) – 3.022 (1,76%)

Cabo Herling (PSL) – 1.145 (0,67%)

Maris Stella (Rede) –  973 (0,57%)

Professor Ferdinand (PSOL) – 630 (0.37%)

O prefeito eleito irá administrar um orçamento de cerca de R$ 930 milhões de reais em 2021.

Confira os vereadores eleitos em Vitória da Conquista

Zé Raimundo

José Raimundo Fontes de 70 anos se candidatou à prefeitura de Vitória da Conquista mais uma vez pelo Partido dos Trabalhadores. Natural de Pojuca é professor aposentado da Uesb e conquistou seu primeiro cargo eletivo nas eleições de 2000, ao ser eleito vice-prefeito. Em 2002 ele assumiu o mandato e foi reeleito em 2004. Em 2016 ele tentou voltar a ocupar a cadeira de prefeito de Vitória da Conquista mas acabou derrotado. Atualmente está em seu terceiro mandato como deputado estadual.

Em torno de sua candidatura foi formada a coligação “Conquista do Futuro” formada por PT, PCdoB, PSB, PL e PDT.

A candidata a vice-prefeita de Vitória da Conquista será Luciana Oliveira (PT). Ela tem 39 anos e é jornalista e servidora da Câmara Municipal de Vitória da Conquista.

Herzem Gusmão

O atual prefeito Herzem Gusmão (MDB) é candidato pela coligação “O trabalho tem que continuar”, reunindo além do seu partido, o MDB, os partidos Republicanos, PTB, MDB, Podemos, PMB, PSDB e DEM.

Gusmão tem 70 anos e é natural de Vitória da Conquista e fez carreira na cidade como radialista e redator. Antes de ser eleito com 57,58% dos votos em 2016, ele tentou ocupar o cargo de prefeito por duas vezes sem sucesso, em 2008 e 2012, e de deputado federal também por duas vezes, em 2014 e 2018.

A sua candidata a vice-prefeita é a presidente licenciada da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Vitória da Conquista, Sheila Lemos (DEM), que é filha da atual vice-prefeita, Irma Lemos. Ela foi candidata a deputada federal em 2018 e obteve 5.960 votos.

Eleições de 2016

Em 2016, Herzem Gusmão foi eleito prefeito de Vitória da Conquista no segundo turno com 95.710 votos (57,58%). Zé Raimunto teve 70.513 votos (42,42%). Ao todo, 178.141 eleitores compareceram às urnas na ocasião. Os que votaram em branco foram 3.402 (1,91%) e 8.516 votaram nulo. 52.457 eleitores (22,75%) não votam no segundo turno em 2016.

Resultado do primeiro turno em 2016:

Herzem Gusmão (PMDB) – 47,82% – 78.455 Votos
Zé Raimundo (PT) – 31,69% – 51.989 Votos
Arlindo Rebouças (PSDB) – 7,57% – 12.423 Votos
Fabricio (PC do B) – 7,01% – 11.502 Votos
Joás Meira (PSB) – 5,46% – 8.966 votos
Enoque Matos (PSOL) – 0,45% – 734 Votos
Roberto Dias (PDT) 0,00% – Votos

Vitória da Conquista

Com 341.128 habitantes (IBGE 2020), em Vitória da Conquista, 231.176 eleitores estavam aptos a votar neste domingo. Sete candidatos concorreram ao executivo440 para o legislativo.

O número de eleitores em Vitória da Conquista cresceu em relação à última eleição municipal de 2016. Na ocasião eram 230.598. São 578 eleitores a mais este ano.

As mulheres são maioria, 54% contra 46% de eleitores do sexo masculino. Com 16 anos, idade mínima para se votar, são 214 eleitores no município. O município tem ainda seis eleitores com mais de 100 anos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui