Reprodução

O segundo município mais populoso do Estado recebeu as duas principais autoridades políticas baianas nesta sexta-feira (20). Enquanto o prefeito de Salvador ACM Neto (DEM) veio apoiar a campanha à reeleição de Herzem Gusmão (MDB), o governador da Bahia Rui Costa (PT) veio prestigiar Zé Raimundo (PT) na disputa.

As visitas e o resultado da eleição do próximo dia 29 já são considerados ensaios para a disputa pelo Governo do Estado em 2020. O prefeito de Salvador é o principal nome de oposição aos petistas, que devem tentar promover a volta de Jaques Wagner. A disputa do segundo turno promete ser acirrada, já que no primeiro turno Zé Raimundo teve pouco menos de 3 mil votos de vantagem sobre Herzem.

Com a eleição definida em Salvador o prefeito eleito Bruno Reios (DEM) também desembarcou na cidade ao lado do atual prefeito para apoiar Herzem. “Estou aqui para dizer que Conquista não pode recuar, não pode retroceder. Tem que avançar, olhar para frente. E tenho certeza, pela experiência que adquiriu nesses quatro anos, pelos projetos que estão em andamento, pela capacidade administrativa, o melhor para Vitória da Conquista é Herzem. Com Herzem reeleito, vamos ter uma Conquista muito melhor!”, afirmou Bruno Reis.

Já ACM Neto disse que o Estado inteiro está de olho no segundo turno na cidade e que acredita na eleição de Herzem. “Conquista é uma cidade muito importante para o futuro da Bahia e é por isso que estamos aqui para reforçar esse apoio a Herzem. Tenho certeza que o povo de Conquista vai votar 15, vai eleger Herzem, no dia 29 de novembro, para garantir que o futuro dessa cidade continue em boas mãos”, declarou Neto.

Do outro lado da disputa, Zé Raimundo participou de uma entrevista coletiva com Rui Costa. O governador criticou a forma com o atual prefeito conduz a administração do município e reforçou seu apoio ao correligionário. “É decidir entre quem colocou suas preferências pessoais e seus interesses políticos, quem não dialogou com ninguém a favor da cidade, e a outra opção é um professor, que dialogou com todo mundo e quer colocar como prioridade absoluta o povo de Vitória da Conquista”.

Rui também participou de uma carreata ao lado de Zé Raimundo e sua candidata a vice-prefeita Luciana. Eles circularam o entorno da Praça Sá Barreto na carroceria de uma caminhonete, de onde acenaram para os eleitores. Antes, Zé Raimundo ainda concedeu entrevista ao jornal Bahia Meio Dia da TV Sudoeste. A entrevista com Herzem na mesma emissora foi ao ar nesta quinta-feira.

Resultado das Eleições em Vitória da Conquista

Zé Raimundo (PT) e Herzem Gusmão vão disputar o segundo turno em Vitória da Conquista. A votação acontecerá no próximo dia 29. O petista ficou em primeiro lugar com 81.721 votos (47,63%). Herzem ficou com o segundo lugar com 78.732 votos (45,89%).

David Salomão (PRTB) – 5.352 (3,12%)

Romilson Filho (PP) – 3.022 (1,76%)

Cabo Herling (PSL) – 1.145 (0,67%)

Maris Stella (Rede) –  973 (0,57%)

Professor Ferdinand (PSOL) – 630 (0.37%)

O prefeito eleito irá administrar um orçamento de cerca de R$ 930 milhões de reais em 2021.

Confira os vereadores eleitos em Vitória da Conquista

Zé Raimundo

José Raimundo Fontes de 70 anos se candidatou à prefeitura de Vitória da Conquista mais uma vez pelo Partido dos Trabalhadores. Natural de Pojuca é professor aposentado da Uesb e conquistou seu primeiro cargo eletivo nas eleições de 2000, ao ser eleito vice-prefeito. Em 2002 ele assumiu o mandato e foi reeleito em 2004. Em 2016 ele tentou voltar a ocupar a cadeira de prefeito de Vitória da Conquista mas acabou derrotado. Atualmente está em seu terceiro mandato como deputado estadual.

Em torno de sua candidatura foi formada a coligação “Conquista do Futuro” formada por PT, PCdoB, PSB, PL e PDT.

A candidata a vice-prefeita de Vitória da Conquista será Luciana Oliveira (PT). Ela tem 39 anos e é jornalista e servidora da Câmara Municipal de Vitória da Conquista.

Herzem Gusmão

O atual prefeito Herzem Gusmão (MDB) é candidato pela coligação “O trabalho tem que continuar”, reunindo além do seu partido, o MDB, os partidos Republicanos, PTB, MDB, Podemos, PMB, PSDB e DEM.

Gusmão tem 70 anos e é natural de Vitória da Conquista e fez carreira na cidade como radialista e redator. Antes de ser eleito com 57,58% dos votos em 2016, ele tentou ocupar o cargo de prefeito por duas vezes sem sucesso, em 2008 e 2012, e de deputado federal também por duas vezes, em 2014 e 2018.

A sua candidata a vice-prefeita é a presidente licenciada da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Vitória da Conquista, Sheila Lemos (DEM), que é filha da atual vice-prefeita, Irma Lemos. Ela foi candidata a deputada federal em 2018 e obteve 5.960 votos.

Eleições de 2016

Em 2016, Herzem Gusmão foi eleito prefeito de Vitória da Conquista no segundo turno com 95.710 votos (57,58%). Zé Raimunto teve 70.513 votos (42,42%). Ao todo, 178.141 eleitores compareceram às urnas na ocasião. Os que votaram em branco foram 3.402 (1,91%) e 8.516 votaram nulo. 52.457 eleitores (22,75%) não votam no segundo turno em 2016.

Resultado do primeiro turno em 2016:

Herzem Gusmão (PMDB) – 47,82% – 78.455 Votos
Zé Raimundo (PT) – 31,69% – 51.989 Votos
Arlindo Rebouças (PSDB) – 7,57% – 12.423 Votos
Fabricio (PC do B) – 7,01% – 11.502 Votos
Joás Meira (PSB) – 5,46% – 8.966 votos
Enoque Matos (PSOL) – 0,45% – 734 Votos
Roberto Dias (PDT) 0,00% – Votos

Vitória da Conquista

Com 341.128 habitantes (IBGE 2020), em Vitória da Conquista, 231.176 eleitores estavam aptos a votar neste domingo. Sete candidatos concorreram ao executivo440 para o legislativo.

O número de eleitores em Vitória da Conquista cresceu em relação à última eleição municipal de 2016. Na ocasião eram 230.598. São 578 eleitores a mais este ano.

As mulheres são maioria, 54% contra 46% de eleitores do sexo masculino. Com 16 anos, idade mínima para se votar, são 214 eleitores no município. O município tem ainda seis eleitores com mais de 100 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui