Além do vereador eleito Natanael Pretinho (Avante), nomeado para o cargo de chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Agricultura, candidatos não eleitos também foram reconduzidos para os seus cargos após o fim da disputa eleitoral. Eles tiveram que ser exonerados para cumprir a exigência de desincompatibilização imposta pela legislação eleitoral para candidatos a cargos eletivos.

As nomeações foram publicadas no Diário Oficial do Município da última quarta-feira (18). Ao todo dez candidatos a vereador foram reconduzidos aos seus cargos de antes do início do período eleitoral ou para outros cargos vagos. A maioria deles foi exonerada no dia 13 de abril e voltou para prestar seus serviços ao município por mais aproximadamente 40 dias. Em 1º de janeiro, quando o prefeito eleito tomar posse, todos, ou a maior parte deles, deverão ser exonerados.

Na Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, Manoel Messias Santana, o Deda (PSD) foi nomeado para a Coordenação do Estádio Dois de Julho. Antes do pleito, ele era Coordenador de Esportes na mesma pasta. Deda conseguiu 219 votos no último domingo (15).

Outro a retornar à prefeitura é Nilson Alves Caires (Avante). Ele retorna ao cargo de chefe da Divisão de Controle de Abastecimento dos Veículos, da Secretaria Municipal de Saúde. Nilson conseguiu 238 votos na disputa.

Na secretaria de Assistência Social, cinco servidores estão de volta ao trabalho na pasta. Jackson Nascimento Oliveira, o Jacketão (PCdoB) foi nomeado chefe da Divisão de Habitação e Interesses Sociais, cargo que ocupou até agosto, quando saiu para se candidatar e obter 249 votos. Após a publicação da matéria, ele entrou em contato com a reportagem para dizer que ficou neste mesmo cargo por seis anos e que foi chamado de volta para ajudar nos tramites de transição de governo.

Andreia Carla Teixeira Barreto (Avante) voltou a ocupar a Coordenação de Programa de Transferência de Renda Familiar. Ela obteve 183 votos na eleição. Outro que está de volta é Adervande Pereira Costa, o Passarinho (PCdoB), nomeado subcoordenador de Apoio Operacional após obter 49 votos. Lucineide Ferreira dos Santos, a Lúcia do Novo Horizonte (PCdoB) também foi reconduzida para o mesmo cargo após receber 99 votos.

Outra candidata que está de volta à Assistência Social é Rosinei Gomes Menezes, a Rose Gomes (PSD). Ele deixou o Departamento de Planejamento e Exercício da Assistência Social para se candidatar e obteve 763 votos. Agora ela foi nomeada como Chefe de Gabinete do Secretário da mesma pasta.

Outro candidato derrotado que está de volta ao quadro da prefeitura é Francisco Fernandes Teixeira, o Chico do Alvorada (Avante). Antes de se candidatar e obter 367 votos, Chico era chefe do Departamento de Proteção Social Básica da Secretaria de Assistência Social, agora foi nomeado para o Departamento de Fiscalização de Atividades Econômicas, da Secretaria Municipal da Fazenda.

Por fim, Lindoval Rodrigues Araújo, Lindoval Tinga (Avante), foi nomeado para o cargo de Coordenação de Fiscalização I, da Secretaria Municipal da Fazenda. Antes de sair para concorrer às eleições, ele estava nomeado como Administrador Distrital de Mutãs. Lindoval obteve 318 votos.

Além dos dez servidores de escalões mais baixos, dois secretários municipais também deixaram seus cargos para concorrer, no entanto não foram renomeados. Eles saíram antes, em abril, pois a natureza de seus cargos exige seis meses de desincompatibilização. Paulo Costa (PCdoB) deixou a Secretaria de Cultura, Esporte Lazer e se elegeu vereador. Já André Moitinho (PSD) deixou a Secretaria de Saúde e ficou como suplente de seu partido.

Atualizado para acrescentar informações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui