Imagem Ilustrativa / Reprodução

O fim de semana foi sangrento em Vitória da Conquista. Seis pessoas morreram de forma violenta na cidade entre a última sexta-feira (20) e este domingo (22).

O primeiro crime violento do fim de semana foi registrado na manhã de sexta-feira, no bairro Nossa Senhora Aparecida. Segundo a polícia, Lucas Fernandes Santos, de 17 anos, foi morto a tiros no local. Testemunhas afirmaram que ouviram o barulho de uma motocicleta e logo em seguida os disparos de arma de foto. Um jovem de 18 anos que estava próximo foi atingindo de raspão em um dos pés e não precisou de atendimento médico.

Na manhã de sábado (21) foram duas mortes. No Bairro Alto do Panorama, um jovem identificado como Antônio Carlos foi assassinado no meio de uma das ruas da localidade. Vizinhos informaram que ouviram os disparos e que encontraram a vítima caída no chão. Até a noite desde domingo, nenhum suspeito de ter praticado o crime foi preso.

Ainda pela manhã, um indivíduo com passagens pela polícia morreu em confronto com policiais da Rondesp. Leonardo Santos Coelho, conhecido pelo apelido de ‘Coringa’, não resistiu aos ferimentos e morreu. Segundo a polícia, o jovem era de alta periculosidade e apontado como autor de pelo menos três homicídios ocorridos na cidade.

No domingo mais um homicídio e mais duas mortes de suspeitos de crimes em confronto com a polícia. No bairro São Vicente, Edevaldo Costa, de 33 anos, foi assassinado durante a tarde. Ninguém foi preso. A vítima estava dentro de um bar no momento em que foi alvejada. Bira, como era conhecido, tinha passagem pela polícia e chegou a ficar preso por tráfico de drogas.

As outras duas mortes violentas ocorreram no bairro Pedrinhas, após confronto com policiais da Companhia de Independente de Policiamento Especializado do Sudoeste (Cipe Sudoeste). Os nomes das vítimas não foram divulgados.

A Cipe informou que os policias estavam em patrulhamento quando foram informados que dois homens realizavam disparos de arma de fogo no quintal de uma residência, os quais seriam integrantes de uma facção criminosa que aterrorizaram os moradores do bairro.

De acordo com os policiais, de posse das informações duas guarnições se deslocaram à Rua C, onde encontraram os suspeitos realizando os disparos. Os policiais fecharam o cerco contra os suspeitos, momento em que eles realizaram disparos contra os policiais, que revidaram.

Depois de cessado os disparos, foram encontrados dois homens ao solo e ao lado duas armas de fogo tipo revólver. Eles chegaram a ser socorridos e encaminhados para o Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC) mas não resistiram aos ferimentos. Ambos tinham passagens pela polícia.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui