20.9 C
Guanambi
16.1 C
Vitória da Conquista

Previsão aponta chuvas pouco significativas nos dois primeiros meses de 2021 em Guanambi

9,094FãsCurtir
15,413SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
823InscritosInscrever
Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Advertisement

As chuvas do início do ano devem ficar abaixo do esperado na Região de Guanambi nos dois primeiros meses de 2021, é o que aponta os modelos meteorológicos e os institutos e meteorologia nacionais. Ao contrário de 2020, quando ocorreram vários episódios de chuva intensa e generalizada, as previsões apontam que devem haver apenas pancadas de chuvas e algumas chances de temporais em algumas localidades.

Para os próximos dez dias, de acordo com os modelos meteorológicos internacionais e os Institutos nacionais, são esperados entre 80 e 120 mm de precipitação, divididos em alguns dias sequenciais, começando no próximo fim de semana e com maiores volumes previstas para a próxima quarta-feira (13) ou quinta-feira (14).

Este período que se aproxima será fundamental para que não haja um possível cenário de veranico, intervalo prolongado de seca durante o período chuvoso, com dias de muito sol e calor, podendo afetar o desenvolvimento de lavouras e pastagens. As previsões atuais apontam a possibilidade da ocorrência destas pancadas de chuva até o fim da primeira quinzena de janeiro e depois, um cenário com possibilidade de longo período, com baixa ou nenhuma ocorrência de chuvas.

Até o fim de semana, as temperaturas passam por uma elevação, com possibilidade de máximas superiores aos 36ºC e sensação térmica de até 40ºC. Com a chance de chuva, os termômetros devem voltar a marcar na casa dos 30ºC no decorrer da próxima semana.

- Advertisement -

Entre o último domingo (3) e terça-feira (5), choveu em Carinhanha, Malhada, no interior dos municípios de Iuiú e Palmas de Montes Alto e na região do distrito de Mutãs, em Guanambi. O tempo chegou a ficar fechado na cidade em alguns momentos, no entanto, a precipitação não passou de pequenos chuviscos.

Para o mês de março, as previsões têm se mostrado mais animadoras, no entanto, devido ao longo prazo, os dados apresentados são de baixa confiabilidade.

Início animador

As chuvas de meados da primavera animaram bastante os sertanejos na esperança de boas colheitas e boa disponibilidade de água. A estiagem agrícola no município chegou ao fim em 11 de outubro, após 179 dias sem chuvas volumosas e uma onda de calorA primeira chuva já chegou em forma de temporal, com raios, trovões e até granizo, fenômeno não muito frequente na região. No final do mês voltou a chover e em novembro as precipitações foram intensificadas. Em dezembro choveu menos, o último episódio foi no dia 21, completando dezesseis dias sem chuvas na cidade.

Nos três meses, o acumulado da estação chegar a 337 mm. A chuva que caiu no final de 2020 a quase três vezes toda a precipitação registrada no mesmo período de 2019, quando foram registrados apenas 103 mm. Os dados foram registrados pelo pluviômetro da Agência Sertão, no Centro de Guanambi.

Janeiro de 2021, entretanto, deve ter acumulado bem menor do que o registrado há doze meses. Naquela ocasião ocorreram vários temporais e o acumulado foi de 338 mm. Já em fevereiro choveu 60 mm.

 

 

Destaques Previsão aponta chuvas pouco significativas nos dois primeiros meses de 2021 em...

Deixe uma resposta

Relacionadas