22.3 C
Guanambi
17.8 C
Vitória da Conquista

Prefeito de Vitória da Conquista volta para UTI três meses após testar positivo para o coronavírus

9,209FãsCurtir
15,413SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
823InscritosInscrever
Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.

Últimas Notícias

Mais Lidas

O prefeito afastado de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (MDB) teve que voltar à Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, onde está internado desde o final de 2020.

Desde o último dia 21 ele não atualizava notícias sobre seu estado de saúde. Neste sábado, Gusmão voltou às redes sociais para comunicar que iria voltar à UTI pela necessidade de maior suporte de oxigênio. “Neste sábado, 6 de março, a equipe médica, achou por bem, que eu voltasse para a UTI. Eu estou, ainda necessitando de mais oxigênio. Então voltei para usar o cateter de alto fluxo”, disse.

Já o Hospital Sírio Libanês emitiu o último boletim no dia 23 de fevereiro, informando que o quadro de saúde do paciente permanecia estável e que ele não tinha previsão de alta.

Mesmo com a regressão em sua condição de saúde, Herzem afirmou que continua confiante na sua recuperação. “Continuo confiante em Deus, pedindo todas as orações, e mandado um grande abraço a todos da minha terra. Muito obrigado, e que Deus abençoe a todos”, finalizou.

Herzem Gusmão testou positivo para a Covid-19  há exatos três meses. O diagnóstico saiu no dia 7 de dezembro, pouco mais de uma semana após ele ser reeleito prefeito de Vitória da Conquista no segundo turno das eleições. No dia 18 do mesmo mês, ele se licenciou da prefeitura e foi internado no Hospital Samur.

Logo depois do Natal, Herzem foi transferido para o Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. No primeiro dia de 2021 ele precisou ser transferido para a UTI, onde ficou por duas semanas, até voltar para o leito semi-intensivo, permanecendo em recuperação até sábado, quando voltou à UTI.

Por conta da internação, Herzem não pode tomar posse no dia 1º de janeiro. Quem assumiu a prefeitura interinamente foi a vice-prefeita Sheila Lemos (DEM). Ele foi empossado dias depois por meio de videoconferência.

Bahia Conquista e Região Prefeito de Vitória da Conquista volta para UTI três meses após testar...

Deixe uma resposta

Relacionadas