23.3 C
Guanambi
18 C
Vitória da Conquista

Adolescente de 15 anos foi a 41ª vítima da Covid-19 em Guanambi

9,207FãsCurtir
15,413SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
823InscritosInscrever

Últimas Notícias

Mais Lidas

A Prefeitura de Guanambi, por meio da Secretaria de Saúde, comunicou o registro do 41º óbito, de pacientes do município, causado pelas complicações da Covid-19. O anuncio foi feito por meio de uma nota divulgada, na manhã desta sexta-feira (26).

De acordo com a pasta, a vítima era um adolescente de 15 anos portador de comorbidades (Doença Renal Crônica). Ele foi admitido no dia 20 de fevereiro no Hospital Santa Casa, em Montes Claros, Minas Gerais, para a realização de um transplante renal.

No dia 4 de março o paciente apresentou sintomas respiratórios, sendo coletado material para realização do exame RT-PCR, sendo este positivo para a Covid-19. O paciente ficou internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em uso de ventilação mecânica e estado grave. Com piora no quadro clínico, evoluiu a óbito, na manhã desta sexta-feira (26).

Coronavírus em Guanambi

Há menos de 11 meses dos primeiros registros da Covid-19, Guanambi ultrapassou a marca de 5 mil diagnósticos confirmados da doença. O número foi atingido nesta nesta quinta-feira (23). Ao todo, 5.022 casos foram registrados segundo a Secretaria Municipal de Saúde. No momento, 190 casos são considerados ativos e 41 pessoas morreram.

A chegada do coronavírus em Guanambi foi conhecida em 14 de março de 2020 e a marca de 2,5 mil casos foi superada em 8 de janeiro de 2021. Foram 240 dias com média de 10,5 caso por dia. O número dobrou no intervalo de 76 dias, com média de 33 casos por dia neste período. Os números mostram um evidente agravamento da doença nos últimos meses, com aumento ainda mais expressivo na demanda por leitos hospitalares e no número de mortes.

Apesar da alta de 100% em dois meses e meio, os últimos boletins dão sinais de que está havendo uma ligeira tendência de queda no número de confirmações da doença pela segunda semana consecutiva, embora possa haver um repique se não houver rigor no distanciamento social.

O pico da doença no município até o momento aconteceu há duas semanas, quando foram registrados 375 casos em sete dias, média de quase 53,6 casos por dia. Já na semana passada foram 344, média de 49,1 por dia. Nos cinco primeiros dias da atual semana, o acumulado é de 178 casos, média de 35,6 por dia. No entanto, ainda há 220 pacientes aguardando o resultado dos exames laboratoriais. Caso se confirme essa média diária até sábado (27), a média móvel terá reduzido 33%.

A taxa de casos por 100 mil habitantes está em 5.772 e a letalidade da doença é de 0,8%.  De cada 125 pessoas contaminadas, uma morreu.

Apesar da cada momentânea no número de casos, ainda há forte pressão hospitalar, com picos diários de mais de 100 atendimentos no Pronto Atendimento da Covid-19 e alta taxa de ocupação nos leitos clínicos criados pelo município e nos leitos de UTI disponíveis para o tratamento da doença na região.

 

Destaques Adolescente de 15 anos foi a 41ª vítima da Covid-19 em Guanambi

Deixe uma resposta

Relacionadas