23 C
Guanambi
19 C
Vitória da Conquista

Agência do Banco do Brasil de Guanambi ficou fechada nesta segunda-feira

- Advertisement -

Últimas Notícias

- Advertisement -

A Agência do Banco do Brasil de Guanambi, emitiu um comunicado informando que as atividades foram interrompidas temporariamente, nesta segunda-feira (24). De acordo com o aviso, a paralização foi necessária para prevenção e enfrentamento ao coronavírus.

Ainda conforme o comunicado, a previsão é que os atendimentos retornem a normalidade nesta terça-feira (25). Os correspondentes bancários do Banco do Brasil e lotéricas não foram afetados com a paralização da agência.

 

Nas últimas semanas, vários serviços do setor público foram interrompidos na cidade. Na sexta-feira (21), setores da Prefeitura de Guanambi tiveram o atendimento presencial suspenso para realização de desinfecção, após servidores testarem positivo para Covid-19.

Coronavírus em Guanambi

Mais 80 casos da Covid-19 foram registrados em Guanambi nestes domingo (23). Com isso, o município alcançou a maior média móvel diária de casos desde o início da pandemia. Nos últimos sete dias, foram registrados em média 56,9 casos da doença, 398 no total.

Além disso, o número de casos ativos chegou a 322 e ainda restam 419 pacientes com suspeita da doença aguardando resultado dos exames. Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, nos últimos sete dias, 54% dos exames realizados tiveram resultado positivos.

Antes da marca, a maior média móvel havia sido registado ao fim da segunda semana de março, quando foram registrados 53,6 casos diários. Naquele mês foram 1.481 casos em 31 dias, 47,8 por dia em média. No mês atual já são 1.015 casos em 23 dias, média de 44,13. Já em abril foram 1.040 casos, com média diária de 34,7.

No total, há pouco mais de um ano do registro dos primeiros casos, são 7.365 casos da doença e 78 óbitos, o último foi registrado neste sábado (22). Ao todo, o município realizou 22.301 notificações de casos suspeitos, dos quais, cerca de dois terços foram descartados.

A última vítima foi um homem de 61 anos, portador de Hipertensão Arterial Sistêmica. Ele foi internado no dia 30 de abril, no Pronto Atendimento Médico da Covid-19. Dois dias depois, ele foi transferido para o Hospital de Campanha e no dia seguinte foi levado ao Hospital Municipal e no outro dia para o Hospital Municipal de Caetité (Unacon), onde veio a óbito neste sábado (22).

No momento, 35 guanambieses estão internados com a Covid-19, dos quais, 17 estão em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), seis estão intubados, quatro em estado de saúde considerado grave.

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -