20.1 C
Guanambi
16.6 C
Vitória da Conquista

Pfizer entregará mais de 600 mil doses da vacina ao Brasil nesta quarta-feira

- Advertisement -

Últimas Notícias

- Advertisement -

A farmacêutica americana Pfizer entregará ao Brasil, nesta quarta-feira (7), mais 600,2 mil doses da vacina contra a Covid-19. A remessa, contendo o 21º lote do imunizante enviado ao país pela empresa, vai chegar pelo Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), no período da noite. A empresa não informou o horário exato do pouso.

No dia 1º de julho, a farmacêutica finalizou o envio de 2,4 milhões de doses em três voos na semana, totalizando 15,5 milhões de vacinas da Pfizer/Biontech entregues ao Brasil até agora, provenientes do acordo da empresa com o Ministério da Saúde.

Com o lote desta quarta, o total chega a 16,1 milhões das 200 milhões de doses do imunizante contratadas pelo governo federal. A companhia diz que vai cumprir o cronograma de entrega total até o final de 2021.

A remessa desta semana, de 600,2 mil doses, é menor do que as entregues pela farmacêutica recentemente, quando foram enviadas, nas últimas quatro semanas, 2,4 milhões de vacinas em cada uma, sempre divididas em três voos. A assessoria da Pfizer afirmou que os maiores envios do mês serão realizados “na última quinzena”.

A logística de entrega das doses ao governo federal conta com segurança da Polícia Federal. Equipes acompanham o desembarque em Viracopos e escoltam o transporte rodoviário das doses até o centro de distribuição do Ministério da Saúde, em Guarulhos (SP).

No fim de maio, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou novas condições de conservação e armazenamento para a vacina da Pfizer, que agora pode ser mantida em temperatura controlada entre 2ºC e 8ºC por até 31 dias. A orientação anterior era de cinco dias.

Antes da liberação dos frascos para a vacinação, as doses da Pfizer precisavam ser armazenadas em caixas com temperaturas entre -25°C e -15°C por, no máximo, 14 dias. Tais condições não permitiam que a vacina fosse enviada para municípios distantes mais que 2h30 da capital do estado.

O imunizante pode ser aplicado em pessoas a partir de 12 anos de idade, em duas doses, com intervalo de 21 dias entre elas. A vacina é a única que pode ser aplicadas em menores de 18 anos no Brasil.

Inicialmente a autorização da Anvisa permitia o uso a partir de 16 anos. Mas o órgão autorizou a mudança na bula da vacina no país. Entretanto, ainda não há perspectivas de vacinação dessa faixa etária no Brasil.

A ampliação da idade em adolescentes foi aprovada depois de a Pfizer apresentar estudos que indicaram a segurança e eficácia da vacina para este grupo. Os estudos foram desenvolvidos fora do Brasil e avaliados pela agência.

Com informações do G1

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -