26.8 C
Guanambi
21.1 C
Vitória da Conquista

Escolas particulares retornam às aulas de forma hibrida em Vitória da Conquista

- Advertisement -

Últimas Notícias

- Advertisement -




Nesta segunda-feira (12), apenas as escola particulares retornaram ás aulas de forma hibrida em Vitória da Conquista. A cidade possui 161 escolas municipais e 89 particulares, mais de 60 mil alunos estavam sem aulas presenciais desde março de 2020.

A volta às aulas só foi possível após a prefeitura de Vitória da Conquista decretar no dia 5 de julho, a retomada das aulas de forma semipresencial. A autorização de retorno vale tanto para escolas públicas, quanto para particulares.

Nem todas as escolas privadas retornaram nesta segunda. De acordo com informações, algumas escolas necessitam de um tempo maior para readequar as normas sanitárias e devem retomar às aulas nos próximos dias.

O coordenador da Visa, Maico Mares, informou que, obrigatoriamente, as instituições de ensino particulares do município devem apresentar à Vigilância seus protocolos individuais para retorno das atividades presenciais. “Temos exigido, além da adequação da estrutura física, a renovação de ar nas escolas, para que não haja nenhuma sala com ventilação confinada com riscos à saúde ou aumento da contaminação, além de todos os cuidados sanitários exigidos  como dispense de álcool em gel ou líquido, e aferição de temperatura de professores, alunos e trabalhadores na entrada e saída da escola”, pontuou o coordenador.

Retorno das aulas na rede pública

O retorno das aulas semipresencial na rede municipal está prevista para agosto. No momento, a equipe técnica da Vigilância Sanitária (Visa) está realizando visitas técnicas nas escolas públicas e segundo publicação no site oficial da prefeitura, nesse primeiro momento, o retorno acontecerá para os alunos do 2º, 5º e 9º anos das escolas municipais que estarão adequadas aos protocolos de segurança.

Entre os dias 12 e 24 de julho, a secretaria realizará um trabalho especial para acolhida dos professores e demais servidores da rede. Será um momento de escuta, troca de experiências e treinamento.

Dos dias 26 a 30, alunos, pais e responsáveis poderão se dirigir às escolas. Na ocasião, eles terão oportunidade de verificar os protocolos de segurança disponíveis. O retorno, que será de forma escalonada, está previsto para a primeira semana de agosto.

Apesar do longo tempo afastados das salas de aula, representantes da educação divergem quanto à medida.




- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -