26.9 C
Guanambi
20.2 C
Vitória da Conquista

Hospital São Vicente atenderá por mais 30 dias pacientes com Covid-19 pelo SUS em Vitória da Conquista

- Advertisement -

Últimas Notícias

- Advertisement -




Em reunião ocorrida na manhã desta quarta-feira (21), com a intermediação do Ministério Público, ficou definido que o Hospital São Vicente de Paulo, mantido pela Santa Casa de Misericórdia, continuará por 30 dias o serviço de internação de pacientes com Covid-19, como parte do contrato assinado com a Prefeitura de Vitória da Conquista.

De acordo com informações do documento encaminhado para a prefeitura no começo deste mês, a Santa Casa não tem interesse de manter o contrato para gestão de 20 leitos clínicos e 10 leitos de UTI devido a dificuldades técnicas, operacionais e financeiras para a manutenção do contrato. O contrato venceria nesta sexta-feira (23).

Segundo a Ascom da prefeitura, pelo acordo, neste tempo, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e a instituição filantrópica manterão a negociação em busca de uma solução ou, na hipótese de não ser mesmo interesse da Santa Casa continuar internando os pacientes SUS doentes de Covid-19, que seja contratado outro prestador de serviço.

De acordo com a secretária Ramona Cerqueira, o Município não desistiu em momento algum do diálogo, por considerar que é grande a responsabilidade de todos os setores que têm obrigação ou condição de oferecer à população a segurança que o momento e a emergência da pandemia requerem.

Segundo o diretor da SCM, Ricardo Alexandre Pereira, que conversou com a produção da TV Sudoeste, filiada da Rede Bahia, a SCM não tem condições de arcar com os custos de manutenção dos leitos. Além disso, a Secretaria Municipal de Saúde estaria atrasando os pagamentos e ainda houve uma inflação no setor.




O contrato entre a prefeitura e a SCM funciona da seguinte forma: a prefeitura contratou 30 leitos do Hospital São Vicente para tratamento de pacientes com Covid-19 e pagava 70% do valor de cada leito. Caso fossem ocupados, eram pagos mais 30%.

Ainda de acordo com o diretor, a SCM recebeu doações de empresários locais para manter os leitos em 2020, mas não está conseguindo mantê-los em 2021. Por isso, deixou a gestão disponível para a secretaria.

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -