31.6 C
Guanambi
27.7 C
Vitória da Conquista

Prorrogadas as inscrições do Processo Seletivo do Exército para atuar na construção da Fiol

- Advertisement -

Últimas Notícias

- Advertisement -




Foi prorrogado, até o dia 17 de setembro de 2021, o prazo de inscrição para o Processo Seletivo de Militares Temporários que ocorre, atualmente, na 6ª Região Militar do Exército Brasileiro.

O objetivo do certame é a formação de um cadastro de reserva, visando à convocação de profissionais de nível superior e médio para o exercício de atividades nas áreas de interesse do comando.  Os contratados irão atuar na obra do Lote 6F da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL), que está a cargo do Exército Brasileiro.

Atualmente, as vagas ofertadas são –  Oficial Técnico Temporário/ Engenheiro Ambiental (1 vaga), Sargentos Técnicos Temporários ( 4 vagas), Operadores de Motoniveladora (3 vagas) e Operador de Escavadeira Hidráulica (1 vaga).

De acordo com o edital, a inscrição pode ser realizada, de forma presencial, no 4° Batalhão de Engenharia de Construção (4º BEC), em Barreiras (BA), ou via Correios.

Para as inscrições via Correios, o candidato deve envia a documentação para o endereço do Batalhão –  localizado BR 020/242, Km 3, bairro Morada Nobre em Barreiras-BA. Segundo o Edital, documentação recebida após o dia 17 será eliminado automaticamente.

Para os candidatos que se inscreverão de maneira presencial, o horário para
realizar a entrega da Ficha de Inscrição e seus comprovantes, bem como toda e qualquer
documentação referente ao processo de seleção, será de 9:30h às 11:30h e das 14:00 h às
16:30 h, de segunda à sexta-feiras.

A obra ferroviária no Lote 6F da FIOL, que está sob a coordenação do Comando do 1° Grupamento de Engenharia, João Pessoa (PB), e execução do 4° Batalhão de Engenharia de Construção, é fruto de parceria com a VALEC Engenharia, Construções e Ferrovias S/A. Abrange 18,34 km de extensão, entre as cidades de São Desidério (BA) e Bom Jesus da Lapa (BA).

A corporação assumiu o trecho 1 do Lote 6, que fica entre as cidades de Correntina e Santa Maria da Vitória, ambas na Bahia. Nesta primeira fase, o Batalhão de Engenharia do Exército deverá executar aproximadamente 20 quilômetros da obra. Com a parceria, o Exército voltou a fazer parte da construção de uma grande ferrovia no Brasil após 25 anos. A última participação da corporação ocorreu na construção da Ferroeste, entre os anos de 1993 a 1995.

Confira o edital completo. 




- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -