34.7 C
Guanambi
30.8 C
Vitória da Conquista

Homem suspeito de matar pediatra foi preso na Bahia

- Advertisement -

Últimas Notícias

- Advertisement -




Um homem suspeito de matar o médico Júlio César de Queiroz Teixeira, 44 anos, dentro da clínica onde ele trabalhava, foi preso na tarde desta segunda-feira (27), na cidade de Barra, segundo a polícia. Ele foi identificado como Jefferson Ferreira.

O cúmplice que levou o homem que atirou no médico até a clínica também já foi localizado, de acordo com o delegado, Jenivaldo Rodrigues. O nome dele não foi divulgado.

Também segundo a polícia, a motocicleta e o capacete utilizados no dia crime foram apreendidos com o suspeito.

Inicialmente o delegado disse que o cúmplice, que levou o atirador ao local em uma moto e auxiliou na fuga no mesmo veículo, tinha sido preso. No entanto, o policial revelou que o homem foi localizado no Tocantins.

“Já prendemos o executor e quem estava pilotando a moto. Estamos agora organizando tudo para ver se acha o mandante, mas a gente sabe que foi um crime de mando”, disse o delegado Jenivaldo Rodrigues.

Denúncias sobre abuso sexual

No sábado (25), a polícia afirmou que apura se o pediatra foi assassinado após alertar uma família sobre uma criança atendida por ele, que apresentou sinais de abuso sexual.

O caso teria ocorrido no ano de 2016, em Buritirama, cidade que fica na mesma região.

O delegado disse que foi informado sobre a situação pela família do pediatra.

O irmão dele, Lula Teixeira, também falou sobe o caso e disse que a esposa do médico assassinado, trabalhava como enfermeira e atuava com o marido nos atendimentos. Ela presenciou o crime, que ocorreu no momento em que Júlio César fazia o segundo atendimento do dia.

Além da mulher, dois funcionários e uma criança, que estava acompanhada por responsável, presenciaram o assassinato. A polícia não informou se as testemunhas já prestaram depoimento.




- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -