Bahia

Após recomendação do MP, Prefeitura de Guanambi realizará recadastramento dos servidores

Publicado por
Joana Martins
Compartilhado

A Prefeitura de Guanambi realizará o recadastramento dos servidores públicos ativos do município, em todas as secretarias, sendo eles comissionados, contratados ou efetivos, a partir da próximo segunda-feira (25). A decisão foi publicada no Diário Oficial do município e segue uma recomendação do Ministério Público estadual.

O prazo final para o recadastramento é no dia 24 de dezembro deste ano,  com possibilidade de prorrogação, a critério da administração.

O recadastramento é obrigatório para todos os servidores públicos municipais e tem por finalidade atualizar os dados cadastrais e validar o quadro de pessoal dos órgãos e entidades da Administração Pública do Poder Executivo Municipal. Além de consistir também na atualização de dados cadastrais necessários para a correta operacionalização do sistema Gestão de Pessoas – Folha de Pagamento da divisão de Recursos Humanos da Prefeitura de Guanambi.

Para realizá-lo, é necessário que o servidor apresente, à secretaria que está lotado, os seguintes documentos:

  • Comprovante de residência de um dos últimos três meses;
  • Comprovante de quitação eleitoral;
  • Diploma universitário ou atestado de escolaridade;
  • Certificado de conclusão de curso de pós-graduação;
  • Certificado de reservista;
  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH);
  • Certidão de nascimento dos filhos menores de idade;
  • Cartão de vacina dos filhos menores de sete anos de idade, acompanhado do CPF do menor, se houver;
  • Certidão de casamento ou Declaração de união estável;
  • Carteira de identidade profissional (Ex: OAB, CREA, CREMEB, etc.) e a respectiva certidão de regularidade da inscrição no Conselho de Classe, emitida nos últimos 60 dias;
  • Fichas e declarações disponíveis em anexo do decreto.

Em caso de dúvidas, o servidor de manter o contato direto com o gabinete da secretaria em que está lotado.

O recadastramento é uma recomendação do MP-BA

No último dia 13 de setembro, o Ministério Público estadual recomendou aos Municípios de Guanambi e Pindaí que realizasse, no prazo de 90 dias, o recadastramento dos servidores públicos municipais, por meio de uma declaração de não-cumulação ou cumulação de cargos, funções ou empregos públicos.

Segundo a promotora de Justiça, ficou configurada a acumulação remunerada de um servidor público que ocupava, ao mesmo tempo, o cargo em comissão de coordenador de agente de trânsito no Município de Guanambi com o cargo público efetivo de motorista de ambulância no Município de Pindaí.

“Não podemos falar em compatibilidade de horários ou ausência de prejuízo para a administração pública quando o servidor acumula cargos ilicitamente, como é o presente caso, por se tratar de hipótese não excepcionada, de forma taxativa, pela Constituição Federal, pela Lei Orgânica do Município de Guanambi e pelo Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Guanambi, sob pena de frontal violação aos princípios da legalidade e da moralidade administrativa”, destacou a promotora de justiça Tatyane Miranda Caires.

Joana Martins
Publicado por
Joana Martins
Tag Guanambi

Notícias recentes

Visitas em hospitais estaduais da Bahia foram suspensas após aumento de casos de coronavírus

O Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES) determinou a suspensão das visitas em…

Duas tentativas de feminicídio foram registradas em Luís Eduardo Magalhães em menos de 4h

Duas mulheres foram vítimas de tentativa de feminicídio, neste sábado (22), em Luís Eduardo Magalhães.…

Idoso de 92 anos foi a 131ª vítima da Covid-19 em Guanambi

Guanambi registou o 131º óbito por complicações da Covid-19, neste domingo (23). A vitima é…

Barragens de Ceraíma e Poço do Magro continuam sangrando após mais de duas semanas

Deve voltar a chover em boa parte da Bahia nos próximos dias de acordo com…

Mulher foi denunciada após agredir filho de 12 anos em Vitória da Conquista

Uma mãe foi denunciada por maus-tratos após bater em filho de 12 anos em Vitória…