26.8 C
Guanambi
20.6 C
Vitória da Conquista

Jato da FAB fez manobras de aferição de instrumentos em Guanambi

spot_img
- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -

Um jato da Força Aérea Brasileira (FAB) fez voos rasantes sobre Guanambi no início da tarde desta quarta-feira (28). A movimentação pelo céu da cidade chamou a atenção dos moradores por conta do barulho forte das turbinas, voltas incomuns, e também pela baixa altitude que sobrevoou a cidade.

De acordo com a apuração da reportagem da Agência Sertão, as manobras fazem parte do trabalho de aferição dos instrumentos de operação aeronáutica nos aeroportos do país. Este procedimento é realizado pelo Grupo Especial de Inspeção em Voo (Geiv), órgão subordinado ao Departamento de Controle do Espaço Aérea (DECEA),  vinculado à FAB.

A aeronave Hawker 800XP simulou tentativas de pouso na pista do Aeroporto Municipal Isaac Moura Rocha, arremeteu e deixou a cidade sem tocar o solo em direção ao Aeroporto de Santos Dumont, no Rio de Janeiro, onde fica a sede do Geiv.

Registro de manobras sob o espaço aéreo de Guanambi - Flight Radar

O Geiv é responsável por fazer aferições no funcionamento dos aeroportos do país, principalmente onde há voos regulares. Os voos deste tipo servem para garantir uma maior segurança às operações de aproximação, pouso e decolagem em um aeroporto.

No início do mês, a equipe sobrevoou a cidade de Vitória da Conquista para colher dados de aferição do balizamento noturno do Aeroporto Glauber Rocha. Na manhã desta quinta-feira, antes da passagem por Guanambi, o avião auxiliou nas aferições no aeroporto de Porto Seguro.

Registro de voo do Grupo Especial de Inspeção em Voo (Geiv) em Vitória da Conquista em 7 de outubro - Flight Radar

Primeiro voo às quintas-feiras da Azul

Também nesta quinta-feira, a Azul Linhas Áreas fez o primeiro voos neste dia da semana ligando Guanambi ao Aeroporto Internacional de Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Pelo menos até dezembro, a companhia vai operar com cinco frequências semanais na rota. A ampliação ocorreu por conta da demanda e da postergação do retorno da operação no aeroporto de Lençóis, na Chapada Diamantina.

No último dia 20, a Azul fez um mês de operação na cidade. De acordo com dados divulgados pela prefeitura, a taxa de ocupação média dos voos é superior a 80%.

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -