28 C
Guanambi
19.2 C
Vitória da Conquista

Casas foram interditas após risco de desabamento em Vitória da Conquista

spot_img
- Advertisement -

Últimas Notícias

- Advertisement -

Dezoito casas do bairro Guarani em Vitória da Conquista, foram interditadas por causa de risco de desabamento após as chuvas que atingiram a região nesta terça-feira (28). A medida foi tomada depois o deslizamento de barrancos.

A auxiliar de secretaria, Carmosina Amorim, é uma das moradoras que teve a casa interdita, após rachaduras aparecerem no imóvel. Em entrevista ao G1, Amorim disse que tem ficado uns dias na casa da filha e outros na da irmã. "Lutei tanto para construir, para hoje estar em uma situação dessa. É difícil. Não tenho onde morar, não tenho outra casa. Como é que fica essa situação?".

A farmacêutica Leilane Trindade também teve a casa interditada. Segundo ela, a Defesa Civil foi até o imóvel e pediu para que ela saísse do local. "A Defesa Civil veio aqui, mandou a gente sair da casa e não falou mais nada. Perguntou se a gente podia ir para a casa de parente, mas a casa de minha tia está cheia. Como vou ficar lá?", questionou. "Reformei minha casa tem três meses e já está toda rachada", lamentou.

Segundo o engenheiro da Defesa Civil do município, João Gabriel Queiroz, as casas foram interditadas porque nesse momento não é seguro ficar no local, principalmente com as chuvas. "Deixamos as famílias cientes dos riscos e, de início, seria feito a interdição. Porém devido aos problemas que estamos enfrentando com chuvas intensas desde o final de outubro, não foi viável. [Então] a gente vem monitorando a encosta", explicou.

Por causa das fortes chuvas, uma outra parte da cidade precisou ser interditada - a via que da acesso à Lagoa das Bateias.

O canal tem recebido grande volume de água e vídeos que circulam nas redes sociais mostram a força da enxurrada que desce pelo local. Agentes de trânsito estiveram no local para orientar os motoristas.

Na zona rural de Vitória da Conquista, cerca de 19.218 pessoas foram afetadas pelas chuvas, com 2.500 pessoas desalojadas e 170 desabrigadas.

Famílias foram resgatadas por helicópteros do Exército

Nesta quarta-feira (29), mas de 100 pessoas estão sendo resgatadas por helicópteros do Exército, no povoado de Barreiro, localizado no distrito de Cercadinho em Vitória da Conquista.

As famílias que estão ameaçadas pela águas do Rio Pardo após o aumento da vazão da barragem de Machado Mineiro, em Minas Gerais. 

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -