17.3 C
Guanambi
15.1 C
Vitória da Conquista

Presidiário que não voltou do saidão de natal morreu ao reagir a abordagem da polícia em Vitória da Conquista

spot_img
- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -

Um homem, cuja a idade e a identidade não foram informadas, morreu ao reagir a uma abordagem de policiais do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto), da 77º Companhia Independente de Polícia Militar (77ª CIPM). O fato aconteceu por volta das 18h desta terça-feira (4), no bairro Ibirapuera, em Vitória da Conquista.

De acordo com a PM, o Peto realizava patrulhamento tático no centro da cidade quando recebeu a informação de que um homem recentemente chegado ao referido bairro estaria traficando drogas e ostentando uma arma de fogo na localidade. Ainda de acordo com a PM, ao ser verificada a denúncia, o suspeito não obedeceu à ordem de abordagem policial e efetuou disparos contra os policiais.

Houve reação, ele foi atingido e caiu ao solo, momento em que os policiais se aproximaram, recolheram a arma utilizada. Na sequencia, ele foi conduzido na viatura até o Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC), mas não resistiu aos ferimentos.

Com ele foi encontrada uma pistola automática MAB 7,65, além de um revólver Taurus calibre 32; três munições deflagradas e três intactas, 36 petecas de substância análoga à maconha; dois pedaços maiores da mesma substância; 49 papelotes de substância análoga à cocaína; uma balança de precisão; e embalagens.

Os policiais se dirigiram à unidade de polícia, onde registraram a ocorrência e apresentaram todo o material apreendido em poder do resistente. Após consultas, foi verificado que o indivíduo era um presidiário evadido do Sistema Prisional, pois deveria ter retornado da saída temporária (Saidão de Natal) no dia 28 dezembro.

De acordo com a polícia, o homem morto após atirar contra os policiais era considerado um criminoso de alta periculosidade e possuía passagens por homicídio, porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas.

Mais cedo, policiais da Peto apreenderam mais de onze quilos de maconha e uma porção de cocaína nos bairros Felícia, Campinhos e Nova Cidade.

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -