17.6 C
Guanambi
16.1 C
Vitória da Conquista

Polícia resgatou 14 idosos em casa de acolhimento irregular em Vitória da Conquista

spot_img
- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -

Quatorze internos de um casa de acolhimento foram resgatados por policiais da 10ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), nesta sexta-feira, 28, em Vitória da Conquista.

De acordo com a corporação, os idosos viviam em condições desumanas e eram vítimas de maus tratos. A ação contou com o apoio das Secretarias de Desenvolvimento Social e de Saúde de Vitória da Conquista e ocorreu após a morte de um idoso.

O abrigo, localizado no Distrito Industrial de Vitória da Conquista, já vinha sendo investigado desde a morte de um idoso, em dezembro do ano passado. “Recebemos uma denúncia relatando o óbito de um interno que deu entrada em uma unidade de saúde, com lesões pelo corpo. Com o apoio de prepostos das Secretarias de Desenvolvimento Social e de Saúde, iniciamos a apuração”, explicou o delegado Marcus Vinicius de Morais Oliveira, da 10ª Coorpin.

“Apuramos que o idoso teria sido vítima de maus tratos. A maioria dos internos possui problemas mentais e, após o resgate, foram encaminhados para atendimento médico, em seguida, para lares públicos”, acrescentou a autoridade policial.

De acordo com a Polícia Civil, o proprietário do abrigo, de 41 anos, vai responder por cárcere privado, maus tratos, exercício irregular da profissão, redução análoga à condição de escravo, por expor a perigo a integridade ou saúde física ou psíquica do idoso e por guarda ilegal de animal silvestre.

Um inquérito foi instaurado para apurar a morte do idoso e outras práticas delituosas. A instituição, que funcionava de forma irregular, foi interditada pela Vigilância Sanitária.

A polícia informou que a maioria dos internos possui problemas mentais e, após o resgate, foram encaminhados para atendimento médico, em seguida, para lares públicos.

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -