17.9 C
Guanambi
13.4 C
Vitória da Conquista

Marinha autuou empresa responsável por balsa superlotada no rio São Francisco

spot_img
- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -

O Comando do 1º Distrito Naval da Marinha do Brasil (MB) informou que a empresa responsável pela balsa Maria da Cruz, usada na travessia do rio São Francisco entre a cidade de Itacarambi, e o distrito de Mocambinho, no município de Jaíba, no Norte de Minas Gerais, foi autuada por transportar passageiros e veículos em excesso.

Um vídeo que circulou nas redes sociais mostra a balsa superlotada iniciando a travessia. A Marinha disse que recebeu a denúncia sobre o transporte com condições precárias de segurança na terça-feira (25), e que no mesmo dia a Delegacia Fluvial de Pirapora (DelPirapora) enviou uma equipe de Inspeção Naval ao local para realizar a fiscalização na referida embarcação.

A instituição disse ainda que a empresa responsável pela balsa foi notificada por ter realizado transporte com excesso de passageiros, conforme a Lei de Segurança do Tráfego Aquaviário (Lesta).

Em nota à Agência Sertão, a Marinha ressaltou que o controle de passageiros e de carga é de responsabilidade da empresa e do comandante da embarcação, os quais estão sujeitos às penalidades previstas no referido Decreto, tais como, multa e a suspensão da habilitação do Comandante.

A DelPirapora vem realizando ao longo do mês de janeiro a Operação Travessia Segura, no âmbito da Operação Verão 2021/2022, sendo que, até a presente data, foram fiscalizadas
16 balsas de travessias, em 9 municípios do Norte de Minas Gerais.

“A MB reitera que atua, diuturnamente, em prol da segurança da navegação, salvaguarda da vida humana e prevenção da poluição causada por embarcações e suas plataformas de apoio no mar e nas águas interiores. Cabe destacar que a MB incentiva e considera importante a participação da sociedade, que pode ser feita pelos telefones 185 (número para emergências marítimas e pedidos de auxílio) e (38) 3741-3394 ou 3741-1855 (diretamente com a DelPirapora, para outros assuntos, inclusive denúncias), além do e-mail [email protected]”, informou a Marinha em nota.

Cheia do rio São Francisco

A travessia flagrada em condições de risco em Itacarambi aconteceu no momento em que o rio São Francisco estava com uma das maiores cheias das últimas décadas na cidade. Na ocasião, o local de embarcação precisou ser alterado para o porto localizado na cidade, mais distante do porto de Mocambinho, aumentando significativamente o tempo de viagem.

Diante da repercussão negativa do vídeo, a travessia ficou suspensa por três dias, e só voltou quando o nível do rio começou a baixar novamente, na última sexta-feira (28).

Neste momento, o pico da cheia passa pelo município de Bom Jesus da Lapa, na Bahia. Nos próximos dias ele vai chegar ao reservatório da Hidroelétrica de Sobradinho, onde o volume ultrapassou a 68% neste domingo (30).

O nível do rio deve continuar caindo nos próximos dias por conta do fechamento parcial das comportas da Hidroelétrica de Três Marias. No Entanto, o volume de água pode aumentar novamente tendo em vista as chuvas previstas para primeira semana de fevereiro nas cabeceiras e afluentes.

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -