16.7 C
Guanambi
11.4 C
Vitória da Conquista

Cheia do rio São Francisco se aproxima dos patamares de janeiro no Norte de Minas e Bahia

spot_img
- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -

O rio São Francisco continua subindo de forma constante nos últimos dias nas cidades à jusante da Usina Hidroelétrica de Três Marias, na Região Central Mineira. No Norte do Estado, os níveis registrados estão muito próximos das cotas alcançadas em janeiro. As previsões meteorológicas apontam que as chuvas devem perder intensidade no decorrer da semana, mas podem voltar em meados de março.

Além dos aumentos na defluência da barragem na semana passada, chegando a 3.000 metros cúbicos por segundo (m³/s) na última sexta-feira (18), os afluentes estão trazendo novas cheias resultantes das últimas chuvas sobre a bacia hidrográfica.

Em Cachoeira da Manteiga, no município de Buritizeiro, primeiro ponto de monitoramento abaixo da foz do rio das Velhas, condutor das águas da Região Metropolitana de Belo Horizonte, faltam menos de 30 centímetros (cm) para o rio atingir o nível alcançado em 19 de dezembro.

Na tarde desta segunda-feira (21), o Velho Chico bateu a cota de 9,85 metros (m) e pode alcançar a marca anterior de 10,11 m se continuar em elevação. Nas últimas 24 horas foram 20 cm de elevação. No dia 4 de fevereiro, o nível na localidade havia recuado a 7,01 m com a diminuição das chuvas. Foram quinze dias de recuou após o pico de janeiro e já são 17 dias em elevação.

O cenário é parecido nas próximas cidades do curso do rio, como em São Romão, onde a diferença para o pico de janeiro está em 43 centímetros. O nível neste trecho tem recebido encremento importante do rio Paracatu, afluente mais caldoso, com vertentes que alcançam até Planalto Central. O nível próximo à foz segue em elevação.

Segundo os boletins do Serviço Geológico do Brasil (SGB/CPRM), o rio segue em tendência de elevação nas cidades de São Francisco, Januária, Itabarabi e Manga. Na Bahia, o rio está subindo em Malhada, Carinhanha e Bom Jesus da Lapa. A partir de Ibotirama até o reservatório de Sobradinho, o nível segue em estabilidade.

Três Marias

Desde 14 de janeiro, a Companhia Energética de Minas Gerias (Cemig), responsável pela operação da hidroelétrica, iniciou o processo de controle da cheia, abrindo as comportas. No fim de janeiro, a estatal chegou a anunciar que fecharia as comportas, mas reconsiderou a decisão no mesmo dia e apenas diminuiu a vazão para 2.200 m³/s.

Com o aumento da afluência no reservatório, com patamares superiores a 4.000 m³/s, a defluência foi aumentada ao logo da semana, chegando a 3.000 m³/s na tarde de sexta-feira.

O volume útil do reservatório chegou a 93,7%, pouco menos do que os 93,9% alcançados no dia 19 de janeiro. Este é o maior paltamar já alcançado pelo reservatório no mês de janeiro. A afluência registrada em 13 de janeiro foi a maior da história, superior a 9.000 m³/s.

Sobradinho

O reservatório de Sobradinho chegou a 75,8% de sua capacidade, mesmo com a defluência de 4.000 m³/s, patamar que se mantém constante desde 24 de janeiro. De acordo com a Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf), a vazão não deve sofrer alteração até o fim deste mês.

O nível do rio São Francisco segue estável desde Juazeiro e Petrolina até a foz, na divisa de Alagoas e Sergipe.

 

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -