24.6 C
Guanambi
21.8 C
Vitória da Conquista

Dois condutores foram flagrados pela PRF dirigindo sob efeito de álcool em Barreiras e Eunápolis

spot_img
- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -

Policiais rodoviários federais prenderam dois condutores alcoolizados durante fiscalizações em rodovias baianas neste domingo (6). Os flagrantes aconteceram em trechos dos municípios de Barreiras e Eunápolis.

A primeira ocorrência iniciou na madrugada, por volta de 1h30, após uma equipe da PRF receber denúncias de que um veículo GM/Agile estaria parado sobre a pista e que o motorista estaria dormindo. De imediato, os policiais saíram em busca do veículo e o visualizaram parado na altura do Km 166 da BR-135, em Barreiras.

Ao se aproximarem para a abordagem, os policiais encontraram o condutor praticamente cochilando sobre o volante. Os PRFs conseguiram acordar o homem e identificaram no motorista sinais de que havia ingerido bebida alcoólica, como dificuldade no equilíbrio, olhos vermelhos, forte odor de álcool no hálito, conversa desconexas.

Ele confessou ter ingerido bebida alcoólica (cerveja) e que depois ‘pegou’ o carro em direção a sua residência.

Dada às circunstâncias e comprovada a embriaguez, os policiais deram voz de prisão ao homem, de 32 anos de idade, que foi apresentado à autoridade de plantão pelo crime de dirigir sob efeito de álcool.

O segundo flagrante foi registrado por volta das 9h50, quando foi parado uma motoneta ‘cinquentinha’. O ciclomotor estava sem placa e condutor de 39 anos apresentava sinais de embriaguez, na BR-101, em Eunápolis. Ele foi convidado a soprar o bafômetro e o resultado no aparelho aferiu 1,33 mg/L, quase 5 vezes superior ao valor limite considerado como crime que é de 0,34 mg/l de álcool por ar expelido dos pulmões.

O motociclista foi preso pelo crime de trânsito previsto no artigo 306 da Lei 9.503/1997 (Conduzir veículo com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool – Embriaguez ao volante), e foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Judiciária para lavratura do auto de prisão em flagrante.

De acordo com a PRF, a corporação segue com sua missão de proteger vidas, empenhando-se no combate à embriaguez ao volante com ações educativas e uma fiscalização eficiente. Dirigir sob o efeito do álcool reduz a capacidade de reação do motorista, colocando em risco a segurança de todos os usuários das rodovias. É preciso que toda a sociedade se conscientize de que beber e dirigir são atividades incompatíveis.

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -