29.2 C
Guanambi
23.8 C
Vitória da Conquista

Estudante de Jequié conquistou medalha de bronze na Olimpíada Brasileira de Física

spot_img
- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -

O estudante Bruno Emanuel Portela Almeida, 16, atualmente cursando o 2º ano no Colégio Estadual Paulo Freire, em Jequié, foi premiado com Medalha Bronze nos níveis estadual e nacional, na categoria “1ª série do Ensino Médio”, na Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas (Obfep) 2021, que teve sua última fase realizada em dezembro.

Trata-se de um projeto apoiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e executado pela Sociedade Brasileira de Física (SBF).

Bruno Emanuel falou sobre o apoio obtido da escola na sua preparação para as provas da olimpíada. “Tive muita sorte em ter uma professora de Iniciação Científica como Karla Pedroza, que se dedicou muito para que eu, assim como outros, aprendesse conteúdos que me ajudaram na hora das avaliações. Este prêmio representa uma das grandes conquistas relevantes que consegui até agora”.

Esta é a segunda olimpíada que o estudante participa. “Quando eu estava no 7º ano do Ensino Fundamental, cheguei a passar para a segunda fase da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), mas não fui medalhista. Pretendo participar da próxima edição da Obfep para tentar conseguir, no mínimo, uma Medalha de Prata”, comentou.

A professora Karla Pedroza falou da importância das olimpíadas do conhecimento para o aprendizado dos estudantes. “Elas permitem que os estudantes tenham um contato mais prático com a ciência, extrapolando os muros da escola e os colocando como protagonistas. Além disso, algumas universidades possuem vagas olímpicas, que permitem que o estudante acesse o curso superior sem fazer ENEM ou vestibular e, também, oferecem oportunidades de Iniciação Científica para estudantes premiados”.

Bahia Olímpica

Através do Programa Bahia Olímpica, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) potencializa a participação dos estudantes da rede estadual nas olimpíadas nacionais e estaduais em diversas áreas do conhecimento. Entre os anos de 2019 e 2021, o programa registrou 1.510.591 inscrições nas mais de dez olimpíadas científicas, com a conquista de 2.195 medalhas por alunos baianos.

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -