17.6 C
Guanambi
16.1 C
Vitória da Conquista

Prefeitura de Vitória da Conquista propôs reajuste entre 25,93% e 33,24% para professores

spot_img
- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -

A Prefeitura de Vitória da Conquista informou que vai enviar à Câmara de Vereadores a proposta de reajuste salarial que foi apresentada ao Sindicato do Magistério Municipal Público de Vitória da Conquista (Simmp) em nova rodada de negociação, ocorrida nesta quarta-feira (4), na Secretaria Municipal de Educação (Smed). A estimativa é de que o envio ocorra nos próximos 15 dias.

O Governo Municipal disse que ofereceu à categoria um reajuste entre 25,93% – índice que decorre da proposta de interstício vertical (mudança de nível) reconfigurada para 3% – e 33,24%, além de manutenção do interstício horizontal nos atuais 4%. "O diálogo a respeito de possíveis melhorias, no entanto, permanece aberto, em sintonia com mudanças positivas que se espera para a situação econômica de Vitória da Conquista", informou o município por meio de nota.

Para justificar a proposta, a Prefeitura demonstrou ao Simmp a atual disponibilidade financeira do Município e as exigências impostas pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

“Nós precisamos observar limites legais e financeiros, sob pena de não pode cumprir”, explicou o secretário de Finanças, Jonas Sala. “Esse foi o parâmetro que nos guiou, por mais que nós quiséssemos maiores avanços”, acrescentou.

“Estamos analisando, estudando e buscando dados e informações diuturnamente, porque o interesse do Governo Municipal é manter a política de valorização dos servidores, mas estamos diante de uma questão que é muito mais financeira do que qualquer outra”, esclareceu o secretário de Gestão e Inovação, Edivaldo Ferreira Júnior.

De acordo com o secretário municipal de Educação, Edgard Larry, a proposta é a possível para os professores no momento. “Demonstramos que não há perda para os professores. Na realidade, há um ganho, ainda que não seja exatamente de acordo com o que o sindicato almejava”, informou Larry.

Segundo o secretário, o Município tem feito estudos com base em projeção de receitas que dependem ainda do desenrolar dos próximos meses do ano. “Temos trabalhado em bases sólidas para não violar a lei. E, dessa forma, o Município pretende, nos próximos 15 dias, enviar a mensagem com o reajuste para a Câmara”, assegurou.

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -