28.7 C
Guanambi
23.8 C
Vitória da Conquista

Hospital de Ilhéus alerta sobre golpe contra pacientes e familiares

spot_img
- Advertisement -

Últimas Notícias

- Advertisement -

O Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, informa que todos os procedimentos de saúde na unidade são ofertados gratuitamente, sem nenhuma cobrança de qualquer serviço prestado.

A unidade é conveniada 100% Sistema Único de Saúde (SUS) e integrante da rede da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). Por esse motivo, pacientes e familiares devem estar atentos para golpes, com pedidos de pagamentos de exames, cirurgias, consultas, entre outros.

De acordo com a assistente social Maria Lugiane S. Cunha, coordenadora do Serviço Social do HRCC, que atua há anos no atendimento em unidades hospitalares, a investida de golpistas sobre pacientes e seus familiares é uma prática antiga e reincidente. “Em determinados momentos, e isso é cíclico, sempre aparece um grupo de estelionatários que se organizam para atuar no momento de fragilidade da família que tem um paciente internado”, ressalta.

A assistente social alerta que as principais vítimas nesse tipo de crime são parentes e amigos dos pacientes internados nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). “Como estes pacientes, em sua maioria, estão em estado mais grave, pessoas mal-intencionadas tentam aplicar golpes financeiros, com pedido de pagamento de exames, medicamentos e outros procedimentos”, alerta.

Maria Lugiane S. Cunha explica que outras pessoas que aguardam cirurgias, consultas e exames prestados gratuitamente pelo SUS podem ser aliciadas por golpistas e é preciso estar precavido. “Geralmente, o criminoso se passa por médico ou funcionário do hospital, envolvendo familiares com informações sobre o paciente, pessoas com estado emocional mais abalado se tornam alvos mais fáceis nas mãos desses grupos”, avisa.

Caso você receba uma ligação suspeita, principalmente com pedidos de valores (via transferência bancária, Pix, cheque, em dinheiro ou qualquer outra solicitação), se dirija imediatamente à delegacia de Polícia Civil para registrar um Boletim de Ocorrência (BO). Ainda, abra uma demanda sobre o ocorrido no Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) do Hospital Regional Costa do Cacau.

“Importante informar a pessoa que recebeu a ligação, qual o número de telefone que o estelionatário usou para tentar aplicar o golpe e possíveis dados para transferência de valores. Caso você tenha sido abordado por aplicativos de mensagem, como WhatsApp, não esqueça de printar as conversas”, orienta Názio Santana, enfermeiro e coordenador do SAC do HRCC.

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -