21.8 C
Guanambi
19.1 C
Vitória da Conquista

Ex-vice-prefeita de Vitória da Conquista tem candidatura de suplente ao senado registrada

- -

Últimas Notícias

Tiago Marques
Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com.br/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
https://materiais.henet.com.br/guanambi

A ex-vice-prefeita de Vitória da Conquista, Irma Lemos, teve sua candidatura registrada para o cargo de segunda suplente do candidato a senador Cacá Leão (PP). Ela pertence União Brasil e é a presidente da sigla na cidade.  O primeiro suplente da chapa é o deputado federal Ronaldo Carlleto (PP).

Irmã, que é mãe da atual prefeita Sheila Lemos (União), tem 72 anos e além de vice-prefeita na gestão anterior, foi vereadora por três mandatos. Durante seu mandato na gestão do ex-prefeito Herzem Gusmão, assumiu a prefeitura interinamente por duas vezes por conta de afastamentos do titular.

A chapa de Irma ao Senado Federal apoia e é apoiada pelo ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União), um dos candidatos ao Governo da Bahia.

Esta não será a primeira vez que Irma concorre ao mesmo cargo. Em 2002 ela foi registrada como segunda suplente do então vice-prefeito de Salvador, Edvaldo Brito (PTB), no entanto, seu registro não foi deferido pela Justiça Eleitoral.

Os candidatos a suplente de senador são os que costumam passar mas despercebidos durante as eleições gerais no Brasil. Raramente aparecem nas propagandas e nos palanques durante as campanhas.

Apesar da pouca exposição durante a campanha, muitas vezes os suplentes acabam assumindo os mandatos por algum tempo, quando por exemplo um senador é convidado para assumir algum ministério. Além disso, o mandato de senador é de 8 anos, o dobro dos demais cargos eletivos, o que aumenta a esperança dos suplentes de serem convocados por conta de um eventual pedido de licença do titular.

Cada um dos 81 senadores eleitos pelos 26 estados e pelo Distrito Federal leva consigo dois suplentes para substituí-los em caso de necessidade de afastamento.

Na atual legislatura, pela Bahia, o senador Jaques Wagner (PT) tem como suplentes o atual vice-prefeito de Uruçuca, Bebeto Adalberto Souza Galvão e a ex-prefeita de Sebastião Laranjeiras Luciana Leão Muniz.

Já Ângelo Coronel (PSD) tem como primeiro suplente o ex-deputado federal Davidson Magalhães e Silvia Cerqueira, hoje candidata a deputada federal pela REDE.

Otto Alencar (PSD) que está em fim de mandato e concorre à reeleição tem como suplentes o professor da Uesb Abel Rebouças e a ex-deputada estadual Marizete.

Relacionadas

Deixe uma resposta

- -

Mais Lidas