20.1 C
Guanambi
16.6 C
Vitória da Conquista

Eleição suplementar em cidade baiana foi decidida por diferença de 65 votos

Prefeito e vice-prefeita eleitos em 2020 foram cassados por abuso de poder econômico e uma nova eleição foi realizada neste domingo

Mais Lidas

https://materiais.henet.com.br/guanambi

Seis municípios brasileiros realizaram eleições suplementares neste domingo (27) para eleger novos prefeitos e vice prefeitos.

Os pleitos aconteceram nas cidade de Tanabi (SP), Pedro Velho (RN), Canguaretama (RN), Maraial (PE), Ibitirama (ES) e Maiquinique (BA).

Na cidade baiana, localizada na região de Vitória da Conquista, Valéria Silveira (Podemos) teve 2.873 votos (50,57%), apenas 65 a mais do que o seu concorrente, Chico Batoré (Solidariedade), que obteve 2.808 votos (49,43%). O vice-prefeito eleito foi Kaike Jardim.

Ao todo, 5.883 eleitores compareceram às urnas. A abstenção foi de 23,86%. O Tribunal Superior Eleitoral Proclamou o resultado logo após a apuração.

Valéria e Jerônimo Maiquinique
Jerônimo Rodrigues (PT), governador eleito da Bahia, apoiou a candidata vencedora da eleição suplementar de Maiquinique – Divulgação

A candidata eleita recebeu o apoio do governador eleito Jerônimo Rodrigues (PT). Ele esteve em Maiquinique no último sábado para participar dos últimos instantes da campanha de Valéria.

A nova prefeita tem 51 anos, é casa e é Administradora. Ela declarou à Justiça Eleitoral que seu único patrimônio é uma casa no centro da cidade, avaliadas em R$ 150 mil.

Ela foi candidata a vice-prefeita em 2020, na chapa encabeçada pelo Padre Reinaldo (Podemos). Ele obtiveram 46,65 % na ocasião, eleição que acabou anulada.

Chapa Cassada

A nova eleição ocorreu porque o ex-prefeito Jesulino de Souza Porto (DEM) e a ex-vice prefeita Marizene Santos Gusmão (DEM) foram cassados em novembro de 2021. A cassação ocorreu por abuso de poder econômico e captação ilícita de votos nas eleições de 2020.

Durante a campanha, o então candidato teria distribuído combustível gratuitamente para cerca de 320 veículos, com valores entre R$ 15 e R$ 30. Eles recorreram da decisão, no entanto, o TSE julgou improcedente o recurso em junho deste ano, determinando a realização de novo pleito.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas Notícias