20.1 C
Guanambi
16.6 C
Vitória da Conquista

Mulher foi importunada e teve carro danificado por vizinho em Guanambi, agressor foi detido e solto no dia seguinte

Mais Lidas

https://materiais.henet.com.br/guanambi

Uma mulher de 32 anos procurou a polícia após ser importunada e ter seu carro danificado por um homem, morador de uma casa vizinha ao prédio onde reside, no bairro Ipanema, em Guanambi.

Ela relatou que mora no local há aproximadamente dois meses e desde então enfrenta importunação do vizinho, com olhares, bilhetes e intimidações na porta do imóvel. “Ele sabe os horários que saio do apartamento e aparece sempre na rua quando estou de saída”, disse.

No início da tarde desta quinta-feira (1º), ao chegar para almoçar, ela estacionou o seu veículo em frente ao prédio e foi para o apartamento. Minutos depois, foi avisada que o homem estava danificando o seu carro, usando um alicate para dar pancadas, quebrando o para-brisas, os retrovisores, lanternas e o capô do Honda Civic.

Reprodução

Imediatamente, ela desceu para o local e pediu para que ele parasse de quebrar seu veículo, no entanto, o agressor continuou com a depredação sem se importar com a presença de outros vizinhos e de pessoas que passavam pelo local.

Diante do ocorrido, a Polícia Militar e a Polícia Civil foram acionadas por populares e equipes compareceram ao local. Como o agressor não fugiu, ele foi detido e levado para a delegacia. No entanto, no dia seguinte, foi colocado novamente em liberdade.

A advogada da vítima disse à reportagem da Agência Sertão que soube que ele foi colocado em liberdade nesta sexta-feira (3).

Ela disse ainda que na ocorrência consta apenas o registro para o crime de dano material e que vai pedir que o agressor seja indiciado também por importunar sua cliente, crime hoje conhecido pelo termo stalker. A vítima e sua advogada solicitaram a adoção de medidas protetivas, o que fora negado pela autoridade policial. Entretanto, acionarão a justiça para que tais medidas sejam deferidas para proteção da integridade física e psíquica da vítima.

Familiares do agressor alegaram à autoridade policial que ele possui problemas psicológicos e que faz uso de uma série de medicamentos controlados.

Medo e Indignação

A mulher vítima da situação disse à reportagem da Agência Sertão que soube por um dos policiais que atendia a ocorrência que o mesmo homem foi preso recentemente pelo mesmo motivo.

“Várias pessoas já entraram em contato comigo depois do ocorrido, relatando que ele fez a mesma coisa com outras mulheres. Tem vizinhas no prédio que estão com medo de sair de casa. Ele invoca com mulher casada, ele invoca com qualquer tipo de mulher e se a mulher não der atenção ele destrói algum coisa dela”, comentou.

Indignada com a situação e com medo de novos ataques, a vítima das importunações e da depredação do veículo ainda não conseguiu voltar para casa com medo de novas agressões por parte do vizinho.

“Ele fez com outras mulheres, fez comigo, foi preso e está novamente solto, então daqui a pouco ele vai fazer com outra pessoa. Não podemos aceitar que esse criminoso continue solto, amedrontando e colocando em risco a vida de outras mulheres. Precisamos que a justiça seja eficiente para evitar que outras mulheres também sejam atacadas”, destacou a vítima.

Por fim, ela fez uma apelo pelo fim da violência contra as mulheres. “Deixou aqui minha indignação com relação a violência contra a mulher. Até quando nós mulheres seremos vítimas de ataques simplesmente pelo fato de não cedermos às cantadas de homens desequilibrados? O não continua sendo não”, finalizou.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas Notícias