20 C
Guanambi
16.1 C
Vitória da Conquista

Guanambi fechou 2022 com saldo negativo de empregos

Mais Lidas

O município de Guanambi terminou 2022 com menos trabalhadores com carteira assinada. O número de demissões foi maior do que de admissões ao longo dos doze meses. Ao fim do ano, o município registrou um total de 10.369 trabalhadores formais.

De acordo com os dados do Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados na semana passada, as empresas da cidade realizaram 4.137 contratações, no entanto, demitiram 4.160 trabalhadores, deixando o saldo negativo de 23 postos de trabalho.

Os dados revelam uma piora no mercado de trabalho em relação a 2021, quando foram criados 662 postos, e até mesmo em relação a 2020, primeiro ano da pandemia, que mesmo com as restrições terminou com 8 novas vagas criadas.

indicadores caged Guanambi 2022
Saldo de empregos em Guanambi no ano de 2022 – Caged

O principal setor com diminuição das vagas formais foi o da construção civil, com diminuição de 341 vagas. Somente o setor de construção de obras de infraestrutura como rodovias e ferrovias fechou 299 vagas.

A cidade sedia um dos canteiros de obras da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), que desde o ano passado está em execução em ritmo mais lento. No início de 2022, mais de 400 empregados estavam nesta atividade, ao fim do ano, o número era de pouco mais de 100.

O Comércio, setor responsável por mais de 40% dos empregos, também terminou em baixa, com 21 postos a menos.

Já o setor de Serviços apresentou crescimento de 298 novas vagas e também atingiu o patamar de 40% de representatividade, com 4.162 postos, pouco atrás do Comércio, que tem 4.239.

Saldo de empregos formais por setor em Guanambi – Caged/2022

Outro setor que conseguiu saldo positivo foi a Indústria, com 33 novas contratações, chegando ao acumulado de 1.394 vagas ocupadas. A Agropecuária teve aumento de 8 postos e chegou ao total de 128 trabalhadores formais no município.

Caetité

Por outro lado, a vizinha Caetité, distante 40 quilômetros, apresentou um saldo bastante favorável no mercado de trabalho no ano passado. Os dados do Caged apontam que foram criados 633 postos de trabalho formal no município.

Justamente os dois setores com queda em Guanambi estiveram em alta em Caetité. A Construção Civil gerou 302 novas vagas e o Comércio gerou 205. O setor de Serviço teve incremento de 80 trabalhadores, enquanto a Indústria ganhou 38 e a Agropecuária 8.

Bahia

Em todo o estado, foram criadas 120.466 vagas formais. Foram quase 873 mil admissões contra pouco mais de 752 desligamentos. O estado terminou 2022 com estoque de 1.918.098 empregos formais.

Salvador foi responsável por 33.666 novos postos, seguido por Feira de Santana, com 7.372 e Lauro de Freitas, com 6.771. Vitória da Conquista aparece na quarta colocação, com 4.608.

Maiores saldos de emprego da Bahia em 2022

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas