21.5 C
Guanambi
13.8 C
Vitória da Conquista

Guanambi receberá ministros do Governo Lula e governador pela primeira vez para evento oficial

Mais Lidas

Passados nove meses do início do terceiro governo do presidente Luís Inácio Lula da Silva, Guanambi receberá pela primeira vez ministros para uma agenda oficial na cidade. Waldez Góis, titular do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), e Rui Costa, da Casa Civil, estarão presentes nesta segunda-feira (2).

Eles participarão às 10h, na Praça do Feijão, do ato de lançamento do edital de licitação para a realização de estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental e da modelagem jurídica que orientarão a Parceria Público-Privada (PPP) na execução das obras de infraestrutura de captação e distribuição de água do Projeto de Irrigação Vale do Iuiu.

Quem também estará presente no evento é o governador Jerônimo Rodrigues. Desde que tomou posse, em janeiro, o chefe do executivo estadual esteve em Guanambi por algumas vezes, no entanto, as visitas foram apenas de passagem, para visitar outras cidades da região durante suas agendas pelo estado.

Estão previstas ainda as presenças de secretários de estado, deputados federais e estaduais e demais lideranças políticas regionais e locais, além dos representantes da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf).

Inicialmente, o evento estava prevista para ocorrer no último dia 21, com a presença também do ministro da Agricultura, Carlos Fávaro. No entanto, a data precisou ser alteradas e o político não irá mais participar.

Vale do Iuiu

A área com potencial para investimentos do Vale do Iuiu tem cerca de 250 mil hectares de terras, contemplando os municípios de Malhada, Iuiu, Sebastião Laranjeiras e Palmas de Monte Alto, entre os rios Verde e São Francisco. O projeto em desenvolvimento contempla dois grandes blocos – Iuiú Norte e Iuiú Sul.

Estudos preliminares indicam a viabilidade de irrigação de uma área de 51,7 mil hectares e apontam o grande potencial devido à qualidade do solo, clima favorável e captação de água do Rio São Francisco, além da malha rodoviária para o escoamento da produção.

A potencialidade agrícola aponta para culturas tradicionais, como o feijão e olerícolas (cebola, cenoura, melão, melancia, pimentão e tomate), além de frutícolas semiperenes (abacaxi, banana, mamão e maracujá) e perenes (goiaba, limão e manga).

A ideia de criar um perímetro irrigado na área surgiu na década de 70 e por várias vezes foi usada como propostas de campanha por políticos da região. Nos últimos anos a ideia ganhou força novamente e pode sair do papel nos próximos meses a depender do resultado do estudos e do interesse de empresários na execução de uma PPP.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas