28.2 C
Guanambi
24.4 C
Vitória da Conquista

Programa oferta 6 mil vagas de qualificação profissional e empreendedorismo em Salvador

Mais Lidas

A Prefeitura de Salvador lançou nesta segunda-feira (27) o programa Geração SSA, que oferece 6 mil vagas de qualificação profissionalizante e empreendedora para o público entre 16 e 25 anos. O programa teve um investimento de R$4 milhões da gestão municipal.

De acordo o comunicado do prefeito Bruno Reis, que quem concluir a formação receberá um tablet como premiação. A lançamento foi realizado no Subúrbio 360, em Coutos.

O Geração SSA é uma parceria da Prefeitura, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda (Semdec), com a Escola do Caos, entidade que é referência no Brasil na formação de jovens para grandes empresas. As atividades serão divididas em cinco módulos, totalizando seis meses de capacitação, incluindo um período de mentoria com profissionais do mercado de trabalho. Ao todo, serão 122 horas de aulas presenciais, sem contar a gama de vídeos, podcasts e de outros materiais digitais disponíveis para os participantes por meio de um aplicativo.

Os cursos serão focados nas carreiras do futuro, como redes sociais e tecnologia, mas também em carreiras que possuem alta demanda e espaço para crescer em Salvador, a exemplo de turismo, construção civil, saúde e varejo, além de arte, entretenimento e economia criativa. “Nós fomos conversar com o mercado e com todos os parceiros para entender qual era a necessidade do mercado. A partir daí, vamos preparar vocês, jovens, nessas áreas. Assim, praticamente todo mundo que terminar esses cursos vai ter acesso ao mercado de trabalho, porque identificamos qual é a oferta de vagas que as empresas precisam oferecer como Jovem Aprendiz”, afirmou o prefeito.

A titular da Semdec, Mila Paes, disse que o Geração SSA veio preencher uma lacuna dentro dos programas de formação de mão de obra da Semdec, que não tinham uma adesão tão relevante do público jovem. “A gente percebeu que, para atrair os mais jovens para a capacitação de mão de obra, a gente precisaria de um programa mais específico e customizado, que utiliza a linguagem comum a esse público de 16 a 25 anos. Por isso, a gente desenhou o Geração SSA, que tem um conteúdo diferente e disruptivo”, completou Mila Paes.

Programa – As aulas vão começar na segunda quinzena de janeiro e as inscrições já estão abertas pelo site da Prefeitura. As 10 unidades de Prefeitura-Bairro de Salvador e o SIMM estão disponíveis para realizar as inscrições dos jovens que não conseguirem acesso à internet. Até o momento, 300 jovens estão pré-inscritos no Geração SSA.

A ideia é que as aulas presenciais ocorram em diversos pontos da cidade, formando grupos com jovens que morem em regiões próximas, para facilitar a participação deles. O conteúdo foi montado pela Escola do Caos, e segue o mesmo modelo que a entidade já realiza na formação de jovens para trabalharem em empresas como Google, Itaú, Bradesco, entre outros clientes.

Sócia da Escola do Caos, Amanda Costa contou que a entidade também decidiu inovar ao fechar parceria com a Prefeitura. “Nunca havíamos trabalhado no setor público e aceitamos o desafio porque a Prefeitura compartilha do nosso propósito de transformar o mundo através da juventude. São os 6 mil jovens do Geração SSA que estarão nas empresas amanhã e que terão os seus próprios empreendimentos. Hoje, as pessoas que estão no mercado de trabalho carecem de qualificação, muitas delas ainda chegam despreparadas. O nosso intuito é levar qualificação para esses jovens e deixá-los mais preparados e seguros para o mercado de trabalho”, disse.

Mentoria – A Escola do Caos e a Prefeitura de Salvador estão buscando parcerias com instituições de ensino, empresas e organizações da sociedade civil privada. Essas parcerias permitirão a troca de experiências e a oferta de oportunidades de estágio e de emprego aos jovens participantes. Os grupos de jovens serão acompanhados por mentores, que auxiliarão no desenvolvimento de um plano de carreira e no estabelecimento de metas.

“Estamos trazendo gestores da iniciativa privada para atuar como mentores desses jovens. E já estamos fechando parcerias com empresas de Salvador e da Região Metropolitana para preencher todas as vagas de Jovem Aprendiz com os egressos do Geração SSA. Inclusive, estamos trabalhando com o Ministério Público do Trabalho (MPT) para identificar quais empresas estão precisando preencher as vagas destinadas ao Jovem Aprendiz para que a gente apresente esses candidatos”, afirmou Mila Paes.

Já estão fechadas como empresas e organizações parceiras: Assaí Atacadista, ITS Brasil, Vale do Dendê, Atacadão Atakarejo, Atento, Tel Telemática, Leroy Merlin, Associação Brasileira de Recursos Humanos na Bahia (ABRH-BA), Ferreira Costa, Sistema Fieb, Leroy Merlin e Instituto Euvaldo Lodi (IEL).

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas