33.8 C
Guanambi
26.2 C
Vitória da Conquista

Chuvas dos últimos dias deixaram 19 cidades em emergência na Bahia, cinco pessoas morreram

Mais Lidas

As chuvas que atingiram a Bahia nos últimos dias deixaram 19 municípios em situação de emergência. O número foi reforçado após a inclusão de São Miguel das Matas e Monte Santo na lista de cidades mais prejudicadas pelas chuvas que assolam o estado.

Até terça-feira (30) havia 5.481 pessoas desalojadas e 1.476 desabrigadas, além de 19 comunidades isoladas e 20 unidades de saúde afetadas. As chuvas resultaram na morte de, pelo menos, cinco pessoas, e deixaram 13 feridos.

Para os próximos dias, a meteorologia indica chances menores de chuvas significativas, capazes de causar danos materiais e riscos às pessoas. As precipitações devem voltar ao estado a partir do fim da próxima semana. A maior parte do território baiano deve ter chuvas acima da média ao longo de fevereiro.

As cidades que tiveram situação de emergência declarada são Anagé, Cansanção, Cícero Dantas, Cotegipe, Cravolândia, Dário Meira, Ibicuí, Iguaí, Ilhéus, Lagoa Real, Medeiros Neto, Muquém do São Francisco, Nova Canaã, Quijingue, Saubara, Ubaíra e Wanderley, São Miguel das Matas e Monte Santo.

Ao declararem tal situação de emergência, os municípios têm a possibilidade de apresentar respostas mais imediatas para a proteção da população, principalmente nos casos em que se fazem necessárias operações de salvamento e de ajuda humanitária.

Dessa forma ficam mais céleres as entregas de materiais como kits de limpeza e higiene, bem como de cestas básicas, além de facilitar a chegada de doações de colchões e cobertores à população mais atingida.

A Secretaria de Saúde da Bahia informou que as localidades atingidas têm recebido visitas técnicas de equipes de vigilância e prestado assistência à saúde de urgência e emergência. Também estão distribuindo kits de medicamentos e insumos, além de equipamentos hospitalares para atender à população.

Já a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social informou que está apoiando financeiramente os municípios no provimento de Benefícios Eventuais da Assistência Social. “Os recursos repassados às prefeituras asseguram aluguel social, cestas de alimentos, apoio para emissão de documentação civil, entre outros serviços”, informa o governo baiano.

O programa Bahia Sem Fome está orientando os municípios para a disponibilização de cestas alimentares à população. Foram doadas 60 toneladas de alimentos para as cidades de Wanderley, Medeiros Neto, Dário Almeida, Ilhéus, Cotegipe e Muquém do São Francisco.

Com informações da Agência Brasil

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas