29.6 C
Guanambi
22.1 C
Vitória da Conquista

Acumulado de chuva superou os 150 mm durante a madrugada na Região de Guanambi

Mais Lidas

O acumulado de chuva em algumas localidades da Região de Guanambi durante a madrugada desta terça-feira, 2 de abril, foi maior do que o volume que era esperado para todo o mês de abril.

No município de Urandi, a BA-263 está interditada após as manilhas não aguentarem o grande volume de água, que carregou parte do asfalto, deixando bloqueada a ligação com comunidades rurais e o município de Sebastião Laranjeiras.

O motorista de um veículo não percebeu a cratera aberta e acabou caindo. Ainda não há informações se houve feridos no acidente.

Leitores da Agência Sertão relataram que não conseguiram registrar o volume com precisão, pois seus pluviômetros, com capacidade para registrar até 150 milímetros (mm), transbordaram devido ao grande volume de chuva em um curto espaço de tempo.

De acordo com os dados levantados pela Agência Sertão, a chuva mais intensa, acima da marca máxima dos equipamentos, foi registrada na região dos municípios de Candiba, Licínio de Almeida, Pindaí e Urandi.

Entre as medições oficiais, o único pluviômetro ativo na região registrou 113 mm, no município de Licínio de Almeida. Os demais equipamentos, pertencentes ao Centro Natural de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), não registraram as chuva por conta da falta de manutenção adequada.

O pluviômetro da Agência Sertão, localizado no Centro da Guanambi, registrou exatos 96 mm, o maior volume em um único dia na atual temporada chuvosa na cidade. A marca anterior era de 67 mm, registrada no dia 1º de janeiro. Desde 5 de janeiro de 2018, quando choveu 100 mm, não chovia tanto em um único dia em Guanambi. Esta marca deve ser ultrapassada, pois ainda há previsão de novas chuvas ao longo do dia.

Na estação do Instituto Federal Baiano, no Distrito de Ceraíma, o registro foi de 71 mm. Alguns moradores do distrito relataram acumulados acima de 100 mm. Na zona rural de Caetité também há registros de chuva acima deste patamar.

A estação do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), localizada no Aeroporto Isaac Moura Rocha, está sem coletar dados desde outubro do ano passado. Assim como ocorre com o Cemaden, os equipamentos do órgão estão sem a manutenção adequada.

A previsão indica que pode continuar chovendo ao longa da semana na região. O tempo deve permanecer nublado, com pequenas aberturas ao longo do dia.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas