19.3 C
Guanambi
15.4 C
Vitória da Conquista

Horários e tempo de duração de provas do Concurso Nacional Unificado foram divulgados

Mais Lidas

O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI), em parceria com a Cesgranrio, divulgou nesta sexta-feira (5) os horários de abertura e fechamento dos portões, bem como de início e duração das provas. Os candidatos devem se atentar aos horários para evitar atrasos e imprevistos. O CPNU será aplicado simultaneamente em 228 cidades do país.

Conforme informações do Ministério, no dia 5 de maio, os candidatos inscritos no Concurso Público Nacional Unificado (CPNU) disputarão as 6.640 vagas oferecidas no maior processo seletivo para o serviço público da história do país.

Pela manhã, os portões serão abertos às 7h30 (horário de Brasília). Nesse turno, os inscritos para os blocos de nível superior (1 a 7), responderão 20 questões objetivas – de múltipla escolha – sobre conhecimentos gerais e uma questão dissertativa de conhecimento específico. Para o bloco de nível médio (bloco 8), os candidatos farão 20 questões objetivas – de múltipla escolha – e uma redação.

No período vespertino, os portões abrirão às 13h (horário de Brasília). À tarde, os candidatos dos blocos de nível superior (1 a 7), responderão a 50 questões objetivas – de múltipla escolha – de conhecimentos específicos. Enquanto os inscritos no bloco de nível médio farão mais 40 questões objetivas – de múltipla escolha. As provas para o nível médio não incluem questões dissertativas, apenas a redação no período matutino.

Confira os horários de realização do CPNU no dia 5 de maio (horários de Brasília):

Turno matutino

  • Abertura dos portões: 7h30
  • Fechamento dos portões: 8h30
  • Início da aplicação: 9h
  • Duração da prova: 2h30

Turno Vespertino

  • Abertura dos portões: 13hFechamento dos portões: 14h
  • Início da aplicação: 14h30
  • Duração da prova: 3h30

Logística e segurança

Para assegurar a logística e segurança do CPNU, foi estabelecida uma rede de aplicação conectando órgãos das administrações públicas federais e estaduais. Houve a integração com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp/MJSP), Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Força Nacional (FN) e Secretarias de Segurança Pública Estaduais. Essas medidas visam garantir o bom funcionamento e a lisura do processo seletivo em todas as suas etapas.

Além disso, o MGI está monitorando diariamente todas as etapas do concurso, desde o planejamento até a divulgação dos resultados, em colaboração com a Fundação Cesgranrio. Esta supervisão é reforçada pela vasta experiência do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), acumulada ao longo de 25 anos de aplicação do Enem, maior inspiração do CPNU.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas