21.4 C
Guanambi
16.7 C
Vitória da Conquista

Notificações de dengue apresentam queda em Vitória da Conquista

Mais Lidas

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) divulgou que até esta segunda-feira (13) já haviam sido contabilizadas 35.038 notificações suspeitas de dengue em Vitória da Conquista, com 15.014 casos confirmados, segundo o boletim semanal epidemiológico divulgado.

Conforme informações da Secretaria, a análise feita pela Vigilância Epidemiológica Municipal, dos dados obtidos pelo Sistema de Notificação de agravos compulsórios (Sinan), desde a semana epidemiológica n°15 (de 7 a 13 de abril) até a semana epidemiológica nº 18 (de 28 de abril a 4 de maio), observa-se uma redução de 45,159% nos casos notificados para dengue em Vitória da Conquista. Em comparação às semanas epidemiológicas n°17 e 18, a redução chega a 54,682%.

Nos últimos oito dias, foram confirmados os óbitos de dois moradores, em decorrência da dengue grave. A Câmara Técnica do Estado da Bahia ainda está investigando 44 óbitos por suspeita de dengue e já descartou outros quatro.

Imagem: Reprodução/ Prefeitura de Vitória da Conquista

A SMS registrou também 2.978 casos notificados como suspeita de chikungunya, com 72 confirmados, além de 1.376 notificações para zika, com três delas confirmadas para a infecção.

Atualmente, 69 pacientes com notificação de dengue estão internadas em unidades hospitalares para tratamento.

Atendimento nas unidades de saúde

Com a redução do número de notificações, a SMS fez uma reavaliação das medidas e fez a retomada do atendimento normal em todas as unidades que estavam atendendo exclusivamente aos pacientes com suspeita de dengue no turno vespertino.

Assim, essas equipes voltaram a atender as demandas programadas e de rotina normalmente nesta segunda-feira (13), nos dois turnos de funcionamento.

Contudo, a SMS ressalta que as pessoas podem procurar a sua unidade de saúde de referência, dentro do horário normal de funcionamento, em caso de sintomas suspeitos de dengue, como febre (geralmente acima de 38°C), dor de cabeça, dores no corpo e nas articulações, dor atrás dos olhos, manchas avermelhadas pelo corpo, falta de apetite, mal-estar e cansaço.

Além disso, até o dia 18 de maio, as quatro unidades de saúde sentinelas Morada dos Pássaros, Nova Cidade, João Melo e Solange Hortélio, continuarão atendendo, prioritariamente, aos pacientes com suspeita de arboviroses, de segunda à sexta, das 14h às 22h.

Já as unidades horário estendido permanente (USFs: Régis Pacheco, Dr. Admário Santos, Conveima e Panorama) oferecem atendimento de segunda a sexta, das 17h às 22h.

Aos sábados, o horário de funcionamento das unidades Régis Pacheco e Dr. Admário Santos é de 8h às 22h, e nas unidades Conveima e Panorama das 8h às 13h.

Ações de prevenção

As equipes de combate às endemias continuam com o trabalho intensificado em todo município e, além do trabalho diário de visitas, já realizaram 13 mutirões de combate ao mosquito da dengue em localidades da zona urbana e rural com maior índice de infestação ou de notificações.

A equipe de PE (pontos estratégicos) também está atuando no bloqueio e tratamento dos focos, borrifação de inseticida UVB com fumacê costal nessas áreas, além do recolhimento de pneus, ações educativas, busca ativa e investigação dos casos.

Mais de 80% dos criadouros do Aedes aegypti são encontrados pelos agentes dentro de casa.

Cada morador deve se conscientizar e fazer a sua parte diariamente, fiscalizando os seus espaços e eliminando qualquer acúmulo de água parada em tampinhas de garrafa, pratos de planta, ralos e reservatório de água atrás da geladeira.

É preciso também verificar constantemente a vedação adequada de caixas d’água e reservatórios de água, e fazer o descarte correto do lixo.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas