650x375_mortes-no-cabula-vila-moises_1494145A morte de 12 pessoas no bairro do Cabulo no último dia 6 de fevereiro teve indícios de execução, de acordo com o jornal Correio. Segundo a publicação, o confronto entre policiais militares e supostos bandidos – a versão oficial – apresentou cinco pontos nos laudos cadavéricos que levantam a suspeita de execução: tiros nas mãos e nos antebraços, disparos a menos de 1,5 m, de cima para baixo, a ausência de pólvora combusta nas mãos de oito dos mortos e o registro de mais de cinco tiros na maioria das vítimas. Os dados, no entanto, não são oficiais e não foram rebatidos por representantes da Polícia Militar, da Polícia Civil, do Ministério Público da Bahia (MP-BA) ou da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-BA). Todas as entidades preferem esperar que os laudos sejam oficialmente apresentados. O caso é investigado pelo Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), da Polícia Civil, além de Inquérito Policial Militar (IPM) e procedimento investigatório do MP-BA. Fontes do Correio, no entanto, sinalizam que os indícios obtidos pela publicação mostram indícios de execução.

Anúncio

um comentários

Deixe uma resposta