Duas moedas de cobre de 40 Réis, cunhadas em 1827, foram encontradas por um catador de papelão em Guanambi. Sem ter a noção de que se tratava, ele vendeu as preciosidades para um depósito de materiais recicláveis junto com outros materiais. O senhor Wilde Silva, o proprietário do depósito fazendo a reciclagem dos materiais descobriu que as duas moedas eram do tempo do império, época do imperador D. Pedro I. Ele disse que além dessas duas moedas históricas, já encontrou pratos, talheres, cédulas e muitas outras relíquias em seu trabalho de reciclagem. Ele confirmou ao POPULAR que vai doar às moedas para um Museu.

Sketch Post

HISTÓRIA

A moeda de 40 Réis Imperial foi cunhada em 1828, na Casa da Moeda do Rio de Janeiro, na época capital da corte de Dom Pedro I. A moeda ostenta os símbolos nacionais do novo regime Império do Brasil.

O anverso estampa o valor de 80 Réis, circundado por tulipas e pela inscrição: “Petrus I D G Const Impet Perp Bras Def”, que significa “Pedro I, por graça de Deus, Imperador Constitucional e Perpétuo Defensor do Brasil”.
No reverso, há o brasão de armas do Império ladeado por ramo de café e de fumo e encimado pela inscrição “In hoc signo vinces”, tradução latina de frase grega que significa “Por este sinal conquistarás”. Os ramos representam a agricultura da época.
O brasão de armas do Império, utilizado de 1822 a 1889, é constituído de três elementos: esfera armilar, cruz da Ordem de Cristo e listel azul orlado de prata, carregado de 19 estrelas igualmente prateadas, que representa as dezenove províncias da época.

Jorge Jornais OPOPULAR

Deixe uma resposta