Decisão definitiva sobre curso de medicina em Guanambi sairá em Outubro

- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marques
Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -

Tiago Marques | Redação 96FM Curso de Medicina

A definição sobre quais faculdades serão autorizadas a ministrar cursos de medicina em 39 municípios brasileiros será divulgada no dia 23 de outubro, conforme informou a Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres) do Ministério da Educação em portaria publicada no Diário Oficial da União desta  segunda-feira (21).

Em Julho, o Ministério da Educação divulgou o resultado preliminar, onde a instituição selecionada para ofertar o curso em Guanambi foi a FIP-MOC – Faculdades Integradas Pitágoras de Montes Claros. A decisão definitiva estava prevista para Agosto, mas a decisão judicial (nº 10005374-72.2015.4.01.3400), em ação ajuizada pela Associação Educativa do Brasil (Soebras) determinou a reabertura do prazo de apresentação de recursos por parte da entidade impetrante, que tem cinco propostas em análise no MEC.

Ceravita post

O Ministério da Educação informou que está tomando as providências cabíveis para reversão da decisão judicial com a finalidade de preservar o processo e não prejudicar outras as instituições concorrentes.

curso de medicina

Informações obtidas pelo Mix 96 dão conta que os administradores da Faculdade Guanambi estão confiantes na habilitação da instituição para oferta do curso na cidade após o prazo de recursos. Eles acreditam no consistente projeto de intervenção pedagógica apresentado e também nos fortes elos que estabeleceu com o poder público e instituições de saúde para uso de estruturas hospitalares durante o curso.

Todos os trâmites do Edital que seleciona as instituições estão disponíveis na página da Seres.

vianorte post

Mais Médicos

A criação de cursos de medicina faz parte do programa Mais Médicos do governo federal. As mantenedoras puderam apresentar propostas para 39 municípios, com população de 70 mil habitantes ou mais, que ainda não dispõem de curso superior para a formação de médicos. Eles estão localizados em 11 estados de quatro regiões do país.  EVedital nº 5/2015, que determina o adiamento da divulgação do resultado da chamada pública foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 21.

Sketch Post

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -