Redação 96FM

O cantor e compositor Felipe Yves Magalhães Gomes, de 21 anos é autor de hits como “Bota o bumbum dela no paredão”, cantada por Léo Santana, e “Depois de nós é nós de novo”, de Igor Kannário. O músico foi morto em um matagal na tarde de segunda-feira,6, no bairro da Boca da Mata, em Salvador.

Segundo informações da polícia, Felipe teve a cabeça semi-degolada com um facão e apresentava ainda marcas de tiro pelo corpo. A confirmação da identificação do corpo foi divulgada pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT) na manhã desta terça-feira (7).

Yves ficou conhecido também como  vocalista da banda de pagode Golaço. Em fevereiro deste ano, pelas suas redes sociais, ele anunciou que iria iniciar uma carreira gospel. “A partir de hoje só faço musica Gospel. #ComoDeusQuer só ele me reconhece!”, escreveu.

Depois da notícia da morte de Felipe, são muitas as publicações de fãs lamentando o crime. “Deus conforte a família amigos. Chega de violência queremos paz. As facções estao sem limite. Se vc mora no bairro B que é rival do A? vc morre! Pq isso? Temos direito de ir e vir”, escreveu um seguidor referindo-se à suspeita de que ele foi morto porque morava em um bairro onde o traficante rivalizaria com o que comanda o tráfico na Boca da Mata.

A Polícia Militar informou, em nota, que uma guarnição da 3ª CIPM foi acionada com informações de que havia um indivíduo, vítima de arma branca, sem sinais vitais em um matagal na localidade conhecida como Independência, em Boca da Mata, mas não chegou a atuar no caso. “Os PMs realizaram rondas na região a procura da vítima que não foi encontrada e, segundo populares, o Departamento de Polícia Técnica (DPT) já havia realizado a perícia e removido o corpo do local”, destacou a PM.

A morte do cantor será investigada pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Até a manhã desta terça-feira, a autoria e motivação do crime não foram determinadas pela polícia.

Anúncio

Deixe uma resposta